petsex

Zoofilia e Petsex

Quem lembra do texto sobre Tritões e Centauros? Nele abordamos aqui uma visão um pouco fantástica da Zoofilia. Confesso que até então nunca pensei no assunto de maneira mais reflexiva. Tenho restrição a eventos sexuais com incapazes (crianças e animais entre eles) e, sinceramente, por mais que ame os animais não consigo vê-los como capazes de decidir pelo sexo com humanos. Sempre achei que cabe a nós ser mais que instinto, mais razão.

No entanto, preconceitos à parte, tive contato recentemente com o blog Vida com Cães, à partir de um comentário deixado no post citado anteriormente: “Não é tão estranho assim, fantasias sexuais com animais (e até a prática) são bem mais frequentes que vc imagina. Um beijo. Jana.” E resolvi trazer mais informação para colocar o tema em debate.

Vida com cães, o Petsex por uma Petsexer

Fui ao blog, não nego que com algum preconceito, acho que natural. No entanto, sempre que busco informações sobre algum assunto que não domino tento abrir minha mente e imaginar que, talvez, algumas de minhas práticas sexuais também sejam absurdamente estranhas pra essa outra pessoa. Isso me coloca num patamar de respeito às diferenças. Tento (pelo menos) me despir de um preconceito maior e partir em busca da informação.

  • Petsex – sexo com animais domesticados
  • Petsexer – aquele que tem fetiche e faz sexo com animais domesticados

Visitando o blog li relatos (corajosos, não posso negar) e informações (bastante variadas) sobre o assunto, sob o ponto de vista de uma adepta do petsex (uma veterinária de 24 anos). Li todo o blog, ainda são poucos textos. Os relatos falam de sexo (segundo ela também amor) entre seres humanos e animais, no caso dela, sua experiência com cães. Fala dos aspectos de saúde, sexuais, históricos…

Curiosa que sou fui mais adiante e segui com uma busca no Google. A pesquisa me levou a outros sites sobre o assunto e, realmente, a fantasia e a prática é bem maior que eu podia imaginar.

Zoofilia e/ou Bestialidade

Está na Wikipedia:

  • Zoofilia – do grego zôon, “animal”) e filia, “amizade” ou “amor”. É uma parafilia definida pela atração ou envolvimento sexual de humanos com animais de outras especies.
  • Bestialidade – se refere ao ato sexual entre um humano e um animal não-humano.

Porém, são termos distintos: nem toda pessoa que pratica bestialidade tem atração por animais, e nem todo zoófilo pratica atividade zoossexual.

O que tive acesso (através de pesquisas na internet) é que tal qual a comentarista afirmou, as fantasias são diversas e as práticas também. E não é incomum referências dos petsexers ao amor por seus animais.

Há uma infinidade de sites sobre o assunto que disponibilizam vídeos, a maioria deles amadores, cenas reais e de animais variados, que não consigui sequer pensar em assistir. Definitivamente não é pra mim. Neles descobri vídeos, inclusive, de orgias virtuais em 3D com centauros e até mesmo lagartos (pasmem) e gorilas, além de mangás com lobisomens, entre outros.

Equus

Equs, o filme, no Submarino

Comentando com um amigo sobre esta relação entre animais racionais/irracionais/amor/sexo ele lembrou de um filme de 1977, Equus, onde um psiquiatra tenta tratar um jovem que cegava cavalos, aparentemente, sem motivos.  No fim das contas, um caso estranho de amor, desejo sexual e ciúmes. Em determinado momento, após conhecer e entender a patologia do rapaz, o psiquiatra se vê diante de um dilema. Tentar ou não curá-lo, eis a questão. A cura seria a privação total da única maneira que esse homem conhecia de amar e ter prazer sexual… Complicado, né?!

Equus

Martin Dysart (Richard Burton), um psiquiatra de meia-idade, investiga os motivos que levaram Alan Strang (Peter Firth), um jovem de 17 anos de idade empregado de um estábulo, a furar os olhos de seis cavalos sem razão aparente. Martin mergulha fundo na mente de Alan e depara-se com enigmas de fúria sexual e ira, mas acaba se vendo obrigado a confrontar os sombrios demônios escondidos em sua própria alma. (…)

Fonte: Cine Players

Zoofilia é crime?

zoofilia-naoAcho importante falar sobre isso. Não é incomum ver por aí uma ou outra notícia de que um zoófilo pego no flagra foi preso. A coluna do G1 Planeta Bizarro é repleta deles. Só pra citar, seguem alguns links mais recentes.

No entanto, quase todo mundo sabe de algum caso por aí que nunca deu em nada. Um conhecido de um conhecido que se iniciou sexualmente dessa forma, um vizinho (ou vizinha) solitário e pervertido que prefere bicho à gente… De maneira mais próxima ou mais distante, eis um assunto que sempre é comentado à boca pequena, mas…

Será que a zoofilia dá cadeia aqui no Brasil?

Assim como no caso da pedofilia, que não existe um crime específico e por isso o pedófilo responde a outros crimes como atentado violento ao pudor, estupro e presunção de violência, a zoofilia também só pode ser criminalizada não-diretamente por presumir que um animal não tem discernimento para consentir ou não (e eu concordo com isso). Dessa forma o ato pode ser considerado como “abuso e maus tratos” e ser penalizado de três meses a um ano de detenção e multa. Isso, segundo a Lei Nº 9.605, artigo 32

Lei Nº 9.605, De 12 de fevereiro de 1998.
Art. 32. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:
Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.
Denúncias Linha Verde IBAMA: 0800-61-8080

*Curiosamente encontrei esta informação em uma divertida série de charges, Zoofilia, não!, que encontrei no www.andeons.com


39 opiniões sobre “Zoofilia e Petsex”

  1. Olá

    Gostei do artigo, achei bem legal, deveríamos ter mais desse assunto, livre de preconceitos. Embora acredito eu que seja muito taboo pra discutir assim abertamente.

    Contribuindo aqui para os comentários e para o blog, vou tentar descrever como é que esse assunto acaba “acontecendo”. Pelo menos do ponto de vista das mulheres.

    Quando a gente vê isso pela primeira vez, seja através de uma foto mais explicita ou de um artigo como esse, algo por exemplo, mulher com cão, 90% das mulheres vão achar nojento e degradante, e ponto. Elas nunca mais querem saber do assunto, nunca. Até pensar nisso é ruim e nojento. Mas para uns 10% acontece uma sensação diferente. Tipo um estalo, uma mistura de tesão com curiosidade, que você sente na barriga e é difícil até de dizer o que é.

    Essas 10% vão ficar curiosas, se estiverem anônimas atras de um computador, vão procurar mais a respeito. Vão acabar lendo a respeito. Os contos, os relatos, e até os manuais de “como fazer com…”. Elas vão descobrir que ficam mesmo excitadas com isso. Como o quanto aquilo é selvagem, “cru” e diferente. A submissão e a entrega, o nó, o tamanho, a montada, a pegada, etc. Vão imaginar e fantasiar aquilo. E ao descobrir que fantasia um negocio tão “anormal” vão acabar ficando ainda mais excitadas.

    Mas dessas, a maioria nunca vai fazer, nunca. Ou por falta de coragem de ir aos finalmentes ou por falta de oportunidade (um cão, tempo e espaço privado disponível). E isso tudo fica apenas na fantasia.

    A outra parte vai ter a coragem e a chance de fazer, e para esse grupo a experiência, num grau maior ou menor de “envolvimento ou comprometimento”, vai ser diferente para cada uma. Algumas vão descobrir que a vida real é diferente da fantasia, vai acabar odiando, e até se arrependendo. Outras vão gostar, farão algumas vezes, mas vão acabar concluindo que ou é forte demais, ou difícil demais, e que não compensa. Mas algumas vão realmente se apaixonar, vou “engatar” nesse tipo de sexo. Vão gostar de quão cru e brutal é esse tipo de sexo, embora numa visão inicial pareça degradante por ser subjugada e até mesmo usada por um animal dessa maneira, essa mesma constatação parece colocar mais poder e liberdade na sexualidade delas. Elas passam a se sentir especial por ser capaz de fazer esse tipo de coisa.

    É isso… :o)

      Bjs.

       Milena.

  2. Me surpreendi muito com parte dos comentários deste post… de forma positiva, é claro! Depois que li o texto até estava pensando em comentar algo, mas pelos comentários já feitos, eu não teria muito a acrescentar.

    No mais, parabéns pelo blog.

  3. Achar que fazer sexo com animais é maus-tratos é brincadeira.

    sou super fã da pratica de zoofilia (não sou praticante apenas me excita ver uma mulher tendo relaçoes com um cão ou cavalo). temos que ter respeito uns com os outros.

    [comentário editado por equipe A Vida Secreta]

    Abraços

  4. [email protected] disse:

    Iniciei a polêmica (a patetice do "esturpo") e fico satisfeito por saber que, afinal, anda ai muita boa gente que também pensa como eu. Um bem haja!

    Haja mais sexo e menos preconceito. O mundo bem precisa disso. :)

  5. Não consigo ver o fato de uma cachorro fazendo sexo com uma mulher ou um homem, ele o cão da forma ativa como um abuso, ou crime!

    falam que o animal é irracional e incapaz de escolher, mas eu pergunto, vcs acham que o cachorro não gosta de penetrar numa vagina ou num anus e gozar????

    Acho tudo isso contra os praticantes de zoo uma grande hipocrisia,

    pessoal perdendo tempo falando mal de quem proporciona prazer aos animais, mas não estao nem ai com cavalo que esta puxando a carroça na rua e nem fazem nada pelos caes de rua, dai vem aqui pra dar uma de bonzinhos, santos!!!

    fica aqui meu desabafo

    1. Quem falou que o cachorro não sente prazer qndo é masturbado e quando ele penetra numa buceta ou no cu de um homem? estou falando de
      cachorro porte medio e porte grande! são esses câes que vemos na grande maioria dos videos existentes na internet [comentário editado por não-conformidade com regras do A Vida Secreta - link no corpo do comentário]
      depois de ver esses videos me apontem onde esta o ABUSO que vcs gostam tanto de falar?
      CHEGA DE DEMAGOGIA!!!!!!
      PARE DE COMER CARNE ANTES DE FAZER CRITICAS A AQUILO QUE VCS NAO CONHECEM………..

  6. É, esse assunto nunca morre.

    Sempre que eu vejo dá em mim ao mesmo tempo um pouco de aversão e um pouco de excitação. Acho que é isso que deve fazer o negócio ficar bom.

    Té.

  7. "Toda forma de amor vale a pena, quando a alma não é pequena!" assím disse um poeta:

    Gente, o amor é tudo! se o seu amor é manifestado por um ser de outra espécie, que mal há nisso? francamente não vejo nenhum! porém, gostaria de fazer uma perguntinha a quem se manifesta de forma contrária, "você é vegetariano?". O mundo está cheio de hipocrisia e uma delas e essa: "fazer sexo com animais não pode" porém, saborear sua carne em um suculento churrasco, isso pode!

    espero estar contribuindo para o debate, um grande abraço a todos.

    Grog

  8. Olá povo!Me interesso desde novo pelo assunto que sempre despertou excitação em mim!hoje com 41 ja vi de tudo em filmes e a prática com o cão só começou mesmo com a excitação de minha esposa vendo os meus videos antigos em vhs!..ela um dia admitiu que eu trabalhando ela tocou para o nosso falecido cão(há 15 anos atrás)e eu fiquei com muito tesão!e depois de muita exitação por conta do nervoso ela cedeu!e a mesma pratica até hoje e nunca enjoamos!ela ja fez de tudo com o nosso pastor!levamos sempre ao veterinario e nunca ocorreu prblemas!bem adestrado só vem quando chamamos para tal!..quem não faz n sabe o que perde!o problema é achar pessoas que compartilhem isso com a gente..seja de confiança ou séria!..abçs!

    1. gostei do que disse…se form de SP, gostaria de estar com vcs para praticar junto. Moro no interior do estado.
      bjs

  9. Olá meus amigos que não conhecem sobre a materia de zoofilia, bom sou homem prático zoofilia a 20 anos sou contra maltratos, mais acredito que sobre a zoofilia é crime se for feito de forma injusta e cruel. Eu mesmo tenho relação sexual com cães e cadelas outros animais não tenho prazer e sei o quanto é saber fazer uma coisa que deixa prazer em ambos lados. Muitos não conhecem so sabem apenas criticar e falar mal dos amantes de animais, pior vemos por ai extrupadores de meninas mulheres indefezas, já viram algum zoofilista maltratar seu animal? Nunca quem falar que viu esta mentindo não sabe ver com os olhos abertos apenas ingnoram nos amantes de zôo nunca discriminamos ninguém por sexo apenas somos discriminados feito bandidos. Um tempo atrás tive um blog fechado por protetores de animais agora uma coisa falo, por que inventaram de entrar num blog de zoofilia? Eu coloquei advertencias sobre material adulto como uma fora de orientar quem entrasse, se não gostam de zoofilia não precisa acabar os gostos dos outros vamos ser gente não animais inracionais que não querem nada para si nem deixam para os outros. Não tenho medo de falar eu pratico desde os 10 anos e não me arrependo faço com amor não por esporte e nem para maltratar os animais sim para deixar eles satisfeitos, mesma coisa é com uma pessoa normal quando chega em casa quer logo um aconchego, não sou gay e também bi-sexual não tenho preconceito com ninguém todos tem seu direito de saber que faz e gosta duma coisa que lhe dê prazer. Mesma coisa vemos todos dias na net mulher pelada e muita putaria isso é normal gente para que inventar de mudar um gosto que outros adoram? Se não gostam apenas saia e deixe para que gosta da materia, bom amigos fico aqui espero que tenham mais respeito com amantes de zooflia que uma coisa falo a todos que não curte esse tema, não se preocupe com nossas vidas sim a de vocês que não conhecem que significa zoofilia vamos ser gente de boa qualidade deixem os amantes de zoofilia em paz que nunca vamos mexer com ninguém o mundo é grande e tem espaço para todos basta apenas saber viver e deixar os outros viverem em paz, desejo um feliz natal e um 2011 cheio de saúde a todos que puderem ler essa mensagem fico aqui.

    Ass: Zoofilia dog

    1. Caro Zoofilia dog parabens ao teu comentario e aos outros tambem, precisamos é disso um protesto em massa em favor daquilo que conceituamos como dar e receber prazer sem prejudicar ou malratar nossos "parceiros e parceiras" concordo que um cão que tem a iniciativa de "comer uma mulher" é porque gosta da coisa, paira a duvida é quando um homem "come" uma cadela se esta está consentindo ou não, pois digo como postei em outro blog, tenho uma cadela pastor alemão que quando a chamo para o quarto e ela estiver predisposta ela vem e se deita na cama, sabe o que vai acontecer, mas quando não esta a fim não vem ou foge e se tentar pega-la rosna, é só respeitar o animal como se respeitaria uma mulher, um homoxesual, ou outra forma de vida existente neste mundo que goste de sexo mas que no momento não esteja afim. É isso gente sexo é vida, para mim não importa como vai se buscar e sentir o prazer, o imporante é senti-lo na sua maxima plenitude

  10. 1º – Zoofilia não é crime no Brasil, e não deveria ser em nenhum lugar do mundo, pois se trata de uma interação extremamente saudável de amor (desejo) e confiança entre o animal e seu/sua dono(a).

    2º – As charges mostradas tentam convencer (da pior maneira possível), e não informar, entretanto, pela lógica, não podemos negar que possa haver casos de "estupro" vindo de homens para animais (fêmeas), mas de forma alguma vindo de mulheres para animais (machos), afinal, nenhum pênis fica duro sendo forçado.

    Sem deixar a nossa "humanidade" de lado, não podemos reprimir o nosso instinto animal, principalmente na hora do sexo.

    Quem nunca se sentiu um animal (no melhor sentido da palavra) transando na posição de quatro? Essa posição é uma das mais preferidas de todos, que remete justamente ao sexo animal, mais precisamente ao sexo entre cães.

    Desafio qualquer pessoa a presenciar uma transa entre animais (da mesma espécie mesmo), principalmente cães ou cavalos, e não sentir nenhuma pontinha de excitação durante o ato… eu duvido! E extender esse tipo de relação para uma relação inter-espécie (humanos c/ animais), devido ao fator improvável, gera ainda mais excitação. Essa é a minha teoria.

  11. É REALMENTE ISSO MEXE COM AS PESSOAS. TENHU DOIS CÃES GRANDES E BEM CUIDADOS. UM PASTOR ALEMÃO E OUTRO DALMATA GRANDE. PERCEBI QUE ELES ESTÃO SENTANDO COM O PAU PRA FORA. MORO SOZINHU E SOU DE RIBEIRÃO PRETO.

  12. Eu pratico… e adoro.

    Acredito que não há problema algum se for feito com carinho com o animal.

    No meu caso, que faço com cães (e ja brinquei um pouco com cavalos), eles tb ficam superfelizes e sempre quem cada vez mais (e eu tb).

    Não me excito vendo homens penetrando nos animais… até pq os coitadinhos nem sabe oq está havendo… mas eu adoro fazer a felicidade deles ^^

    Tenho 23 anos, sou bi, trabalho e estudo como todo mundo… sempre aproveitei de todos os prazeres possíveis com H e M… e não acho nada de mal em ampliar os horizontes.

  13. Uma verdade depois de ler tudo é que o assunto, pelo menos para mim, não é controverso: zoofilia excita a maioria, praticante ou não, tendo experimentado algum dia ou não.

  14. depois de ler,todos estes comentarios cheguei a seguinte conclusão todos os que participaram embora dizendo não são zoofilicos,enteressam pelo assunto e com certeza irão transar com bichos, o mais interessante que a maioria e mulher e isto e importante porque falta homen no mercado,tudo isso me exita adoro ser lambido pela minha cadela fodo com ela todos os dias e sei que ela gosta,deixe de ser tolos vão comer seus bichos.

  15. Debora, voltei a comentar este post apenas para dizer que dá gosto ouvir uma opinião sensata para variar.

    Acho simplesmente patético alguém ter a lata de dizer que uma mulher ao deixar o animal seguir o seu instinto, proporcionando-lhe momentos de prazer através de uma cópula, esteja com isso a violar os seus direitos.

    - Está a violar a liberdade do animal porque está deixando ele fazer o que quer, já viu a mentalidade desta gente?

    Assombroso!

    Algumas pessoas deviam nascer com 4 olhos na testa, porque, pelos vistos, 2 não pareçem ser suficientes…

  16. Gente,

    Devagar, nem um extremo nem outro né?

    No caso de um homem fazendo sexo com animais, acho realmente difícil dizer se o animal consente ou gosta. Vai saber…

    Mas também acho improvável dizer que um cão se relacionando com uma mulher esteja sendo prejudicado. Afinal, eles que estão tomando a iniciativa.

    Difícil dizer ou chegar a uma conclusão.

  17. Zoofilia deveria ser considerado um crime ambiental, civil penalemnte putavel . Só pq são animais irracionais que de forma expressiva não manisfestam suas vontades pela verbialidade é justo esse tipo de abuso, que chega a ser esse um crime civil publico ? Em outras palavras isso é nojento degradante .. cada um tem seu papel e sua especie , familia biologica … pra que ir de forma contraria aquilo q deve ser regra? Decadente!

  18. Acho que cada um faz o que que eu particularmente gosto compro videos e tenho uma grande fantasia e quero ainda realizar esta fantasia trepar com uma mulher e um cachorro pois me dá um tesão enorme

  19. Cara B, nessa parte reconheço-lhe toda a razão.

    Se for o animal a seguir os seus instintos e tomar a iniciativa de copular com um ser humano, acho de todo aceitável porque o sentido de liberdade do animal não foi ferido, mas se forem pessoas (homens ou mulheres) a sodomizar animais, também acho isso repugnante e condenável.

  20. @operalimp

    Enquanto escrevia o post em questão fiz uma pesquisa e, infelizmente, o que vi não foram apenas mocinhas de 4 à disposição de seus bichinhos, mas de tudo, de tudo mesmo! Juro que nem consegui terminar de ver uma cena onde um homem traçava um poodle. Ah que bom seria se fossem apenas lambidelas devotadas de seus mascotes…

  21. Na minha opinião, acho no minimo insensato presumir que um animal não tem discernimento para conssentir um ato sexual. Cara senhora, coloque uma mulher nua na posição adequada diante de um cachorro e vc vai ver como a sua afirmação não tem fundamento nenhum.

    Não só ele saberá fazer o "servicinho" sem precisar da ajuda de ninguém, como nem sequer será preciso a mulher abanar muito o rabo para o convencer a saltar para cima dela.

    A Zoofilia só é tabu na sociedade porque os "homens" não suportam a ideia de serem facilmente trocados por um simples cachorro na cama.

  22. Nossa,

    Achei que ninguém mais sabia deste blog. Eu li o que a Janaína colocava lá. Pena que o blog sumiu, não acho mais.

    Era muito bem escrito e despertava muito meu interesse. Pra quem tem mente aberta e um coração corajoso, de fato, aquelas coisas que ela postava me excitava muito.

    Não sei se eu teria coragem de fazer, mas confesso que fiquei balançada.

    Rê.

  23. depois deler o que as pessoas escreveram acima, só posso dizer que o sexo deve ser praticado da maneira que segura se com animais ou com pessoas não importa o importante é que as ppassaos tenham o prazer que deseja.
    e se serve de material de estudo posso dizer que eu adoro a zoofilia e eu e minhas esoposas curtimos quando vamos ao nosso sitio posso afirmar que se quiserem experimentar não vão se arrepender

  24. Nossa!!!

    Primeiro achei nojento, achei coisa de doente mas aí fui visitar o blog, comecei a ler as histórias e os relatos. De repente me peguei excitada.

    Credo, será que sou uma também? ;o)

    Parte séria: eu acho que cada uma cuida da vida do jeito que quer, não machucando outros (homens, mulheres e animais) tá valendo.

    xoxox

    Débora

  25. Não pratico, nem nunca pratiquei ZOOFILIA, mas quando vejo a prática, me interessa e tbm me dá tesão. Normalmente compro cds e dvds que exibem a indumentária. Principalmente a de animais fodendo homens, ou HOMENS FODENDO ANIMAIS, o que é raridade. INFELIZMENTE…Qdo encontro os homens metendo em animais, pago e arquivo. bjux

  26. Engraçado… Maus tratos… Muito engraçado… Um cachorro que, por ser instigado, segue seus instintos e tem uma relação sexual com uma mulher está sendo maltratado… Ô! Quer dizer, matar o animal pra comer sua carne, tirar seu couro, ou mesmo por diversão, pode, né? Ralar o couro do boi ou esporar as costelas do cavalo só para mostrar as habilidades do “peão” em cima dele, pode, né? Forçar um bicho a trabalhar até morrer, isso pode, né? Soltar bois na arena para que sejam mortos por toureiros, isso pode, né? Agora, fazer sexo, dando ao animal um pouco de prazer (Sim, eles o sentem, senão não haveria motivo para reprodução), isso NÃO PODE, né? O que esse mundo de Meu Deus tem contra o sexo, afinal de contas?

    A propósito, Sr. C, matador de zoófilos… Adicione um pepino ao teu respectivo esfíncter anal. Gente como você queimava benzedeiras inocentes na fogueira porque um idiota as chamavas de “bruxas”. Pacifista, você? HIPÓCRITA, VOCÊ!!!

  27. Mesmo tendo bicho por aí mais inteligente que muita gente que eu conheço, não pode pq é “maus tratos”.

    E nenhum preconceito é natural, ao meu ver, só falta de análise adequada (a famosa “preguiça de pensar”).

  28. É bastante estranho, mas desde que você não machuque o animal é uma questão de gosto! (Noooossa!)

  29. Hilariante o Cachorrinho, rs!!!!!! Qual seria o tipo de relação praticada com um animalzinho tão minúsculo ? responda porfavor!

    ótimo texto, naum teria mais tiras?

  30. @ Carioca gostei da brincadeira sobre a golfinha e o tubarão de fato olhando por esse ângulo tem que ter muito fôlego mesmo rss

    No mais concordo com o Andarilho esse assunto não me desperta nenhum sentimento nem de nojo e muito menos de tesão. Gosto de homem com todos os atributos que só eles tem e com todos os defeitos que só nós mulheres sabemos que eles tem rs

    Beijos

  31. Zoofilia não é minha praia. Mesmo porque Zoofilia na praia não deve dar certo: tem que ter muito fôlego pra comer uma golfinha se você não é um tubarão!

    []s

    O Carioca

  32. Bom, me perdoem os leitores mais democráticos, mas se eu pego um maluco desses no ato, eu não pedoô não, acho que eu mato o(a) doentinho(a) de porrada… Olha que sou um pacifista, sou sim, mas tudo tem limite!

    Não, claro que não, nesse ponto, tem coisa que nem discuto, não tem papo, é tabu mesmo, não tem conversa, não quero nem saber e ponto final…

    No caso dos meus fetiches, por mais incomum que pareçam aos outros, por mais maluco que eu seja na minha cama (bondage, spanking, cbt, cb, dominação, anal e tudo isso e mais algumas coisinhas…), não, não é por isso que eu sequer cogito o direito ou aceito essas coisas nos outros ou sequer penso a respeito com o mínimo de isenção ou sequer fico insensível. Não aceito e não permito.

    Tipo outro dia estava conversando com esses amigos cachaceiros de plantão em um bar aqui perto de casa, tipo jogando papo fora mesmo para aliviara cuca! Ai um deles falou assim, "pô tô pegando uma garotinha novinha e etc". Eu respondi o que? Sai de perto de mim agora! "Não mas ela tem corpo…". Eu falei foda-se, some se não eu vou… Nunca mais nem cumprimentei a criatura e nem olhei na cara dele…

    Só mais uma coisa, acho que já existe lei específica sobre pedofilia no Brasil. Foi aprovada recentemente…

Os comentários estão encerrados.