Verão é tempo de Rosé

Como o verão se aproxima e as temperaturas aumentam, nosso Sommelier Secreto vai aproveitar a baixa do dólar e falar de um vinho indicado para a estação, os Rosés. Um vinho alegre, divertido e, sobretudo, muito sensual…

O dólar e o vinho

Olá, leitores!

Estou de volta, depois de muito tempo, aproveitando a deixa do Dólar baixo, para escrever um historinha…

(Quem sabe inspirá-los, se é que vocês me entendem)

No meu trabalho como sommelier, há muito sei que nós, brasileiros, bebemos mais vinhos importados do que nacionais. Eu tenho as minhas teorias para explicar o porque, mas não convém falar disso agora. O que importa é que, como todo produto importado, seu preço final ao consumidor ainda está bastante atrelado ao Dollar, e como a moeda norte-america só faz se desvalorizar perante o Real, os preços tendem a melhorar e com isso surgem oportunidades para provarmos vinhos melhores por preços mais convidativos.

(Talvez até aproveitarmos esta deixa para seduzir aquela pessoa especial com muito charme e sem gastar muito, não é mesmo?!)

Rosé – Um vinho com a cara da estação

Como o verão se aproxima e as temperaturas aumentam, vou falar de um vinho indicado para a estação, os Rosés.

Amostra de vários rosé da Provença / Imagem: Varna

Os vinhos rosés são feitos com uvas tintas, que passam um tempo menor em contato com as casca durante o período de maceração. Por isso ao inves dos vinhos ficarem com a coloração normal dos tintos eles ficam com tonalidades mais claras.

Como homem, confesso que não sei dar muitos nomes paras as cores, mas sei que as tonalidades dos rosés vão desde ao salmão bem clarinho a quase ao cobre, ou um cor de sangue diluído…

(Alguma mocinha disposta a me ajudar com esta completa incompetência quanto às cores?)

Aliás, para ter uma noção bem exata das cores que estou falando, esta página tem uma foto mais bonita… www.rose-plaisir.com/couleurs-vins-roses Que mostra bem a diferença das nuances entre os Rosés.

O charme e a sensualidade dos rosés

Pois bem, o que eu percebi ao longo dos anos é que o vinho Rosé é bastante versátil, pois ele tem um corpo e a presença de taninos dos vinhos tintos, assim como tem a refrescancia dos brancos, visto que o rosé também se bebe gelado…

O Rosé é o vinho para se tomar de dia, é um vinho alegre, divertido, sensual…

Ao pensar em Rosé, nem preciso fechar os olhos para imaginar pessoas com pouca roupa, ao redor da piscina, molhadas, rindo, um clima de azaração gostoso, pernas se cruzando de baixo d’ agua. Essas coisas boas da vida…

Se puder dar uma dica:

Aproveite a baixa do dólar e permita-se regar um amasso bem safado com um rosé legítimo da provença. Eles não são baratos, mas também não são tão caros…

Mas se você quiser, temos rosés argentinos de Malbec que vão muito bem, também. Sem deixar a desejar.

Lembre-se:  todo país vinicultor, produz rosés… Procure na enoteca mais perto, no supermecado… Escolha um dia bonito, a companhia certa e… Não tem erro!

______________________________

O Sommelier Secreto é descendente de italianos e como tal é também  um  apaixonado por mulheres, vinhos e prazeres da vida, não necessariamente nessa ordem. Quer saber mais? Ah, isso é segredo…

3 opiniões sobre “Verão é tempo de Rosé”

  1. Tenho que dizer que até eu estou com péssimas intenções a partir desse vinho rosé… rs. Santa baixa do dólar.

Os comentários estão encerrados.