ultimo tango em paris - cena da manteiga 3

O Cu – Dor e Prazer

Pois bem, como já relatei aqui em O Cu, minha primeira tentativa de dar foi interessante, divertida, mas traumática.

Dos 16 aos 31 eu quis tudo na cama, menos sexo anal. Confesso que cheguei a pedir a um namoradinho que muito amei que o fizesse, mas ele tinha pavor de comer cu, disse que não tinha nada mais nojento e broxante. Com ele experimentei muita coisa, mas dar o cu que é bom, nada!

Um belo dia, navegando em um site de relacionamentos que eu era associada, uma janelinha se abre e comenta:

– Você tem a boca linda, aliás, deliciosamente tentadora.

Aquele comentário, deliciosamente tentadora, me fez parar o que estava fazendo e dar alguma atenção ao rapaz. Adorei a expressão. E papo indo e vindo, descobrimos um monte de coisa em comum apesar de uma vida completamente diferente. F. era médico, pouco mais novo que eu, morava em uma cidade próxima, vivia sem tempo, como eu também, mas… Ele era um delicioso safado e nossas conversas foram ficando cada vez mais quentes, inicialmente pela internet, depois pelo telefone. Ele tinha verdadeira tara por cu, ménage com meninas e xotas raspadas, completamente depiladas. Fantasias bem comuns, aliás. Lembro que algo que marcou as nossas conversas era o fato dele, depois de ter visto fotos minhas de roupa mesmo, e perceber minha bunda arrebitada, sempre começar a nossa conversa com:

– Dá o cu pra mim, B…

E eu saía pela tangente, ria, dizia que era território intocado, depois abri o jogo e contei a história do trauma da minha primeira vez e ele ria, dizendo que o E. não soube comer. E dizia que o dia em que trepássemos seria diferente, começou me dando uma dica. Disse para que na hora do banho, quando eu fosse lavar minhas partes íntimas, que eu me acocorasse e usasse o sabonete íntimo como lubrificante e introduzisse inicialmente apenas uma falange do dedo médio. E eu fiz. Metia só a pontinha do dedo médio da mão esquerda por trás, e com o mesmo dedo da mão direita massageava o clitóris. À noite quando ele ligava, eu comentava o que tinha feito e ele, safado, se masturbava ouvindo os meus detalhes. Aos poucos fui enterrando mais o dedo, depois colocando dois, massageando. E num dia de sábado pela manhã, extremamente estressada por uma semana difícil, liguei pro F. e perguntei se ele queria me enrabar. É engraçado, porque eu usava exatamente estes termos, enrabar, meter, fuder, comer o cu… F. amava obscenidades, quanto mais explícitas mais ele ficava doido de tesão. Nem precisa dizer que ele aceitou no ato a proposta, né?!

Peguei um ônibus e fui pra casa dele, duas horas depois estava no lugar indicado e ele me esperando. Taradinho, se eu estivesse de saia teria me comido no elevador, mas eu estava com uma roupa bastante sóbria, como sempre uso. Aliás, este é um delicioso contraponto da minha personalidade. Eu tenho um aspecto muito sério. Uso cabelo preso, roupas de tons neutros, tenho um estilo básico no dia a dia e às vezes clássico à noite. Quando entrei no apartamento dele, já tínhamos tanta intimidade, que eu confesso que não vi grandes necessidades de fazer nenhum jogo. Eu estava a fim de dar e ele de comer. Assim foi. O único capricho dele que eu não cumpri foi a xota raspada, mas de resto… Literalmente botamos pra fuder, como dizem os cariocas.

Mas voltando ao cu, antes de sair de casa havia feito o tal exercício durante o banho, e também feito uma lavagem anal com o chuveirinho, ou seja, estava no esquema para dar. Entre carícias, beijos, y otras cositas mas, ele enquanto me excitava, lambuzou os dedos com KY e foi cuidadosamente dedando o meu cu com movimentos circulares. Me colocou de bunda pra cima, mas com o corpo meio de ladinho. Com os dedos da mão esquerda fodia minha xota e com os da mão direita o cu. Confesso que não havia nenhum desconforto, ele era delicado com as mãos e ao mesmo tempo obsceno com as palavras. Gostava de dizer coisas como:

– Está gostando, né putinha?! Vai rebolando assim de leve, enquanto eu vou preparando terreno pro meu pau. Se abre pra mim, se arreganha, abre este cu pra mim, vai, deixa que eu vou te fuder tão gostoso que você vai pedir bis.

E então, ele deixou de me masturbar na frente e passou a concentrar-se apenas no meu cu, comecei a sentir alguma dor, já que ele ia aos poucos, metendo mais dedos. Primeiro um, depois dois, três… Com o cu melado de KY a fricção, o vai e vem, ia fácil, quanto mais ele me fodia com a mão, mais eu amava me sentir preenchida dela. Foi então que cheia de dor e prazer eu pedi que ele tentasse enfiar mais um dedo e ele gargalhou:

– B., agora só se eu meter a mão inteira, estou com quatro dedos dentro de você e doido pra enfiar o meu pau. Fica quietinha, relaxa que eu vou colocar a camisinha pra te fuder gostoso – e assim ele fez.

Instintivamente eu arrebitei a bunda, continuei com a cara enfiada no travesseiro porque estava com medo de gritar quando o pau entrasse, mas ele foi primeiro devagar, meteu a cabeça, um pouco do pau, depois inteiro. Doeu, muito, mas eu pude sentir o meu cu piscar, mordendo o pau dele dentro de mim. Ele então começou um vai e vem de leve, deixei o corpo descer um pouco e ele sempre firme com as palavras:

– Nada disso sua puta, quer dar, então agüenta! Empina a bunda, bem arrebitada que se é pra fuder quero fuder direito.

E segurando-me pelo quadril começou um vai e vem mais forte e eu gritei com a cabeça enfiada no travesseiro, um grito abafado, mas sentido, sofrido. E ele então preocupado perguntou se eu queria parar, e eu implorei que ele não parasse, continuasse porque estava bom demais. Ele continuou metendo e falando bobagens, entrei num transe, esqueci de todo o meu corpo e só sentia o pau entrar e sair. Ele completou a trepada com uns tapas em minha bunda, segurando-me hora pelos cabelos, hora pela cintura… Daí não agüentei, gritei de novo, mas dessa vez de gozo. Sem nenhuma penetração vaginal ou qualquer estimulação no clitóris eu gozei de dor e prazer apenas com o sexo anal.

Deixei meu corpo cair na cama e as pernas tremiam, eu não conseguia me segurar nos joelhos, ele então pediu que eu ficasse deitada, com as pernas bem juntinhas, e com o corpo deitado sobre o meu, podia sentir sua respiração em meu cangote, e num vai e vem frenético, ele gozou segundos depois de mim. Urrando em meu ouvido e dando estocadas intensas.

É claro que ainda trepamos de muitas maneiras, mais foi o ato de superar aquele meu limite, que fez de F. uma foda especial. Nunca o agradeci por isso, mas sei que foi graças a ele que me lancei a tantos outros desejos e fantasias sem medos. Acho que cada pessoa que passa em nossa vida tem um papel, principal ou coadjuvante, não importa. O dele foi me mostrar que dor e prazer se confundem em determinados momentos e dando o cu é uma delas.

PS – É claro que já comentei essa história com muita gente, e recentemente minha prima veio comentar que não sabe se o bloqueio é com ela, ou o namorado não sabe comer, ela só sabe que o cu trava e pau dele não entra nem por nada. Eu ri muito, e disse que se ela não quer dar, nem com reza forte vai rolar. E ela respondeu que querer ela quer, só não consegue. Que vontade eu tive de dar o telefone do F. pra ela. Acho que quem não sabe comer é o namorado dela, isso sim.

208 opiniões sobre “O Cu – Dor e Prazer”

  1. Tenho 27 anos sou casada sem filhos e desde nova muito novinha faço anal sim e sinto orgasmos intensos demorados, duradouros e seguidos parecendo até q ñ vão parar nunca me deixando com as pernas fracas a boca seca e as pulsações cardíacas aceleradissimas! As meninas na época falavam q se a gente desse bastante o cu, aumentava o tamanho do bumbum e parece q comigo a coisa funcionou pois tenho 132 ctms arrebitado redondinho e atrevido e q me rendem algumas piadinhas principalmente na praia ja q uso aqueles biquinis G-String vendidos na net que deixam o bumbum inteiro a mostra para desespero e, em alguns casos, irritação do marido q mesmo assim adora ver em casa o resultado de um bronze quase sem marquinhas atrás, apenas com uma pequenenissima sombra de um fino cordãozinho rsrsrsr. Adoro mesma fazer sentadinha em cima sbem? Aém de comandar os movimentos de entra e sai, há a vantagem de uma penetração absolutamente profunda, muito profunda mesmo além das caricias q recebo nos seios, beijinhos molhados no pescoço e a mão dele massageando freneticamente meu clitoris. Não sei ne consigo enumerar quantos orgamos tenho, mas são inumeros e muito fortes. É uma sensação incrivel que começa a subir pelas pernas invade bruscamente meu corpo inteiro me causa tremores, suderose, embaçamento temporario da vista além de uma vontade quase incontorlavel de gritar, chorar, morder o que estiver ao alcance, coisas q nunca aconteceram quando nas transas vaginais! Meu marido é super bem dotado, graças a Deus e adoro sentir aquele mastro enorme inteiro dentro de mim principalmente quando explode de prazer me inundando o cu com seu leitinho quente e maravilhoso.Ja chegamos num estagio que quase ñ precisamos de lubrificantes porque um rápido boquete ja facilita as coisas mesmo ñ cabendo tudo dentro da minha boca o que acho uma pena rsrsrsr. Naturalmente usamos da técnica das preliminares e ja começo mesma a gozar quando ele me lambe toda e me deixa completamente excitada quase a ponto de implorar uma penetração anal rápida profundissima e com estocadas fortes masculas e constantes. É isso aí, e obrigada pelo espaço.

  2. Nada é mais prazeroso que sentir uma rola grossa, cabecuda e dura entrando e saindo do nosso cuzinho.
    Gozo só de imaginar.

  3. A dor do sexo anal é quase nada pelo prazer que o mesmo proporciona. Relaxe bem o esfincter e deixe o mastro entrar suave-mente. Juro que é delicioso.

  4. tenho 48 anos e adoro da meu cu…
    antes queria so o pau pequeno..
    hj ja consigo engolir qualquer tamanho..

  5. Gostei da sena so que todas a damas que pego não aceitam que eu coma essa parte, mas so doido por “isso”! gostei da historia

  6. gozei de ler seu depoimento pois tabem tenho uma tara incotrolaveu por cu e costumo fazer o mesmo que ele botando ate a lingua e vendo a gozar em minha boca depois fazendo goza no meu pal e muito gostozo

  7. Tenho namorada, fodemos bem gostoso, mas não sei como comer ela no cu, já trovei ela bastante, mas ela se faz de difícil dizendo que doí, ai eu disse que era bom e que eu ia com calma, mas mesmo assim ela não quis. e teno uma gula por cu, é gostoso e apertadinho mas não consigo comer o dela. o que devo fazer??????

  8. Também sou tarado por um cu, adoro cu de garotas novinhas e de garotos bonitos, tenho um pau de 21cm, grosso com um cabeção, costumo arrebentar prégas! Como cu sem camisinha, gosto de encher um cu de porra!

  9. Belo texto, como eu gostaria de ter nascido mulher. Infelizmente Deus me fez homem, isso é triste. Torço para que na proxima vida eu nasca uma mulher.

  10. Alguma mulher disponivel para dar o cu a um homem bem dotado ? ( será a 1ª vez )

  11. Morro de vontade de tirar as preguinhas do meu lindo cuzinho.estou concluindo o curso de Ed.Física e preciso de grana porque perdi o emprego.Quem vai querer?Não ligue a cobrar que não atendo.Antes quero ver fotos.(10) 8246-9810

  12. Pingback: Coletânea do LADO B « Minha Flávia
  13. Adorei o conto..tmbm dou meu cú e adoooro…gosto d+ de dar o cú, sexo bom só se for com um com um mega pau grossão enterrado no cú até me fazer gozar muuuito.

    1. Estou de pleno acordo com vc miga. Dou o cu desde os 12 ou 13 anos. Hoje tenho 26, sou casada moro em 0linda Pe e por aqui a meninas geralmente começam nessa idade sabe? Meu marido é mega dotado e vou ao delírio quando ele enterra aquela mastro imenso todo no meu cu que chego a sentir um friozinho na barriga. Adoro fazer sentadinha em cima porque aí sim a penetração é total e absoluta e gozo intensamente. São gozadas intensas muito fortes duradouras umas atras das outras e me deixam com as pernas tremulas rsrsrs. Tenho muitas amigas casadas que fazem e amam, mas meu sonho tambem é´transar com dois homens ao mesmo tempo.Acho q se ele continuar sem querer, vou tomar outras "providencias" kkkkkk. Palavras de Clair. De Clair Roswell.

  14. Adoro dar o cuzinho sempre dou o meu para meu namorado … se eu for transar e não dar o cu durante a transa pra mim não vale,gosto de dar o cu e depois a bucetinha…

    Meu sonho e dar os dois ao mesmo tempo com dois homens um me comendo no cu e outro na bucetinha….eu iria ao delirio!!!!

    1. Tenho 23 anos e desde os 11 que dou. Meu marido é super mega dotado e quando me penetra no cu chego a sentir um friozinho na barriga rsrsrsrsrsrs. Gozo de ir quase a loucura com aquilo enorme e grossão dentro do cu. Muitas amigas minhas, tmb casadas fazem e adoram. Qndo novinha enfiva coisas tipo cenouras e uma vez cheguei a colocar até um pepino inteiro dentro. Me sinto um tanto aberta atras sabem? Mas tudo bem. 0 que quero e adoro mesma é ser comida por tras e se pudesse por mais de um h rsrsrsrsrs.Uma colega minha meia maluquinha chegou a colocar uma garrafinha pequena de agua mineral com bastante KY e gozou tanto tanto tanto que desmaiou. Acho q vou tentar tmb qualquer dia desses.

      1. Caramba, que tara heim, excitante, tão novinha e tão devassa, show. Parabéns pro seu marido

  15. olá gente venho atraves desse contar um pouco da minha vida, desde pequeno sentia tezão em usar calcinhas, cheguei a roubar calcinhas das minhas vizinhas nos varais delas,isso logo no começo porque depois passei a comprar as minha lingeries e hoje sou casado, tenho mulher e filho. adoro da a minha bundinha e a minha esposa adora me penetrar.

    Sou muito feliz e digo de coração não tenha medo e curtam a vida, gozem pois a vida e breve e curta.

    aproveitem pois e algo que ninguem pode criticar ou julgar. pois trata-se da vida particular de cada um.

    beijos e muitos gozos a todos.

  16. Hummmmm,pra mim o sexo anal é necessário, Imprescindível,mágico, relaxa e sai do comum, pelo menos na teoria pois é uma tarefa impossivel com a minha esposa, tudo que ja foi dito ai embaixo pra ela nao quer dizer nada, nao gosta e nao faz falta…pqp eu sou dependente disso, adoro e modestia aparte, faço muuuito bem…pena né,alguem me ajuda…..rs

  17. Bom gente, é simplismente delicioso dar o cú.

    Sou homem, cinquentão, casado, mas não dispenso uma penetração anal. Não vou viado, não sou afeminado, sou macho , mas adoro sentir algo grosso e duro dentro da minha bunda.

    Sei que essa vontade muitos homens tem, mas por uma questão de tabú, preconseito e necessidade de manter oculto esse lado, muitos ficam na vontade e se transformam em homens carrancudos, mal humorados, se eles tivessem a coragem de esperimentar uma penetração anal, tenho certesa que seriam outra pessoa.

    Você que nunca deu o cú, não critique, não crie fantasias de bicho papâo´. Vá, deixe entrar uma pica no seu cú e goze muito, assim você mudará de opinião.

    Abraços

    Vanderlei.

    1. Tenho 50 anos e casado e só agora descobri o prazer do sexo anal como passivo. É muito gostoso e acho que todos os homens deveriam experimentar pois dar o rabo é apenas uma forma de prazer e não significa ser viado. Esse rótulo é uma imposição social e preconceituosa. Nós homens machos devemos nos libertar e buscarmos o prazer. O ânus é uma região rica em terminações nervosas e por isso que é muito sensível ao toque e propícia ao prazer. Sentir prazer no cu não significa ser viado.

  18. Prezado(a) layla-cdzinha,

    vc é boiola. Assuma isso.

    Homem que é homem não aceita, não gosta e não permite sequer ser tocado no cu.

    As mulheres não têm que ser mais abertas e aceitar que homens gostam de ser penetrados, pois isso não é verdade, não é regra.

    Trata-se de uma exceção da qual vc faz parte, viadinho. É vc quem deve assumir seus gostos, vontades e opção sexual (ou opções sexuais – bisexual).

    Cu bom, é cu de mulher.

    Abs

  19. Muito bom o comentario, já fiz muitas vezes com minhas namoradas, e foi tranquilo.

    Hoje me considero experiente no assunto.

    Um abraço

  20. Adorei a história. Sou homem, crossdresser e sempre tive tesão em ser penetrado, mas só por mulheres e travestis. Todas as minhas experiências foram com travestis, sempre adorei levar. Gostaria que as mulheres fossem mais abertas e aceitassem que os homens tb gostam de serem penetrados. Acho que sexo anal é universal, todo mundo gosta, só precisa descobrir como.

  21. Cara vc e F eu tb adoro fazer sexo anal. Eu tenho uma dica passe Ky antes para lubrificar e quando estiver tomando no cú pessa para colocar o dedo no grelo e flexiona ele rsrsrs

  22. Eu tenho mas prazer em dar o cu, eu e meu marido sempre começamos a transar pelo cuzinho, depois, bem depois e que vamos para a xereca.

  23. Gostei muito do texto , alias tenho implorado muito para minha amante para comer o seu cuzinho , sempre ela me errola , diz que doi muito e acaba saindo de fininho. Mas agora vou encaminhar este texto , quem sabe depois de ler ela resolva me presentear. Não é pra jogar elegios não, mas o cuzinho dela é , a coisa mais linda que já vi, lindo mesmo.TesãO DA MINHA VIDA.

  24. Eu tbm já dei e foi muito bom! Quando estou muito inspirada na masturbação, eu também toco um pouco ele… Literalmente em transe. Engraçado mas masturbar-me me relaxa…

  25. Adorei o conto.

    Já fiz anal com minha namorada algumas vezes e foi muito bom. Não sei porque mas sinto um tesão muito grande por bundas, como todo brasileiro.

    Acho que é porque as brasileiras geralmente têm uma bunda de dar inveja em qualquer uma…

  26. Cara B,

    Lendo o conto, me senti exatamente como foi minha primeira vez…tudo , desde as frases, a forma do corpo..hummm..identico. Não me arrependo nem um pouco! Meninas, queiram dar o dito Cujo !

  27. Bela conto minha jovem, pelo visto deu para notar que vc é uma mulher muito determinada.E para a jovem Samara Santos não adianta ficar preocupada pois seu sexo anal não será com seu namorado e sim com alguem mais experiente que ele.Pois cu não se pede, se conquista como o nosso amigo F. fez.Quando a mulher quer dar o cu só depende dela.

  28. Interessantes, esses comentários e também o conto, muito bom de ler. Mas percebe-se ainda um grande tabú em torno de um tema que é preferência nacional. Eu tenho grande atração pelo corpo feminino é uma obra de arte viva que jamais cansarei de admirar.

    Eu gostaria de ouvir de modo sincero, o que as mulheres realmente pensam sobre essa fascinação que os homens tem pela bunda feminina. Gostaria de ouvir tb, o que elas tem a dizer sobre os dias de pós penetração, acho que isso deve ser compartilhado. Eu mesmo tenho muito receio em causar danos a minha parceira.

  29. eu sou traumatizada. doeu demais. nossa. quase chorei, e parei na hora. ele insiste pra tentar de novo. mas tenho medo q doa de novo. vou fazer todas as dicas do banho. afinal é uma coisa q ele pede MUITO muito mesmo. :/ beijos

    1. Lucinha, eu comecei a fazer com uns 12 anos, hoje tenho 25 e nas primeiras vezes foi dolorido fiquei ardida, mas depois umas colegas me ensinaram um creme lubrificante que parece mágico: Comecei a ser penetrada suave e gostosamente inclusive por paus grandes enormes do jeitinho q eu gosto rsrsrsrs.Vc compra na farmácia K-Med, igualzinho ao KY só q bem mais barato, a base de água e sai facilmente depois com a duchinha ou no banho. Sou viciada em anal sabe? Tem dias que chego a fazer mais de três vezes, gozo de quase ir a loucura e só de falar ja começo a ficar excitada rsrsrsrsrs.Quando menina, vi uma vez minha mãe fazendo com meu padrasto por um buraquinho do ar refrigerado! Aquilo me deu o maior tesão, coloquei uma cenoura inteira no cu na hora e me masturbei! Foi qndo começou tudo e não sabia q minha irmã mais velha ja fazia ha bastante tempo. Más que é uma delícia é sim, principalmente quanto o gato faz as preliminares e depois de me penetrar acaricia meus seios e meu clitoris…nossa, rebolo feito maluca com aquilo tudo dentro do cu, formidável!!

  30. Eu adorei esse conto maravilhoso espero que tenha mais…..para mim Foi de gande Incentivo Pois de vez Em Quando eu Tenho uns bloqueios para dar o cu, obrigada beijos .

  31. Nenhuma mulher tem a "obrigação" de fazer sexo anal. Mas creiam-me, mulheres: se vocês dominarem a arte desse deleite mútuo (sim, vocês gozarão como loucas, se se permitirem!), conseguirão pôr seu homem totalmente a seus pés!

    Obs.: é claro que 50% está nas mãos do homem: TEM QUE SABER FAZER!

  32. Tenho um "primo" que sempre tentou me convencer que dar o cú era a coisa mais prazerosa do mundo… me indicou livros, leu poemas… mas nunca o levei a sério… deixava no máximo ele brincar com os dedos no meu cuzinho… Mas um belo dia, há poucos meses atrás, conheci o J. em uma balada… nunca vi um fogo como aquele… e para me deixar tranqüila com a situação foi muito sincero que adorava fuder e que faria tudo o que eu quisesse. Eu estava com um tesão louco… só que estava menstruada e como tenho um fluxo muito intenso não queria dar. Mas ele me convenceu em dar o meu cuzinho para ele… e devagarinho ele foi enfiando seu pau, tirava e me lubrificava novamente… e enfiava devagar, logo foi aumentando a velocidade e numa mistura louca de dor e prazer sai do meu corpo e da minha mente e só conseguia sentir prazer… quando de repente descobri o verdadeiro gozo… de jorrar… nunca imaginei que fosse possível também em uma mulher. Além do J. que tive a oportunidade de dar meu cuzinho algumas vezes, sai com o homem que sou apaixonada e simplesmente aconteceu… nem percebi que estava dando meu cuzinho para ele… só conseguia sentir prazer… passou a noite toda me comendo, comendo meu cuzinho, com um tesão inigualável que se misturava ao meu… Depois que li seu conto fiquei me perguntando por que demorei tanto para descobrir o prazer.

  33. Gostei da história, tenho esse problema com minha mulher também, comi o cú dela umas 3 vezes até hoje, depois de 6 anos de casado, e ela não quer mais, diz que doi muito e realmente ela sofre. Sinceramente, tenho o penis grande, são 18cm e bastante grosso, mas já comi alguns cús antes do dela e foi bem tranquilo com as outras, ou melhor, com quase todas, mas acho que o cú dela é muito pequeno, não sei se é mesmo físico ou psicológico, mas acho que é físico, já comi cú de vários tamanhos e por isso discordo que são todos iguais. Inclusive eu tinha uma namoradinha que gostava mais de dá o cú que a xota, vai saber, só sei que eu a cominha todo dia, gostava muito dela, mas cai na besteira de comer a irmã dela na época, que era tarada por dar o cú também, acho que as duas eram geneticamente folgosas.

    Valeu gente!

  34. Muito Boa a estória, e muito interessante como pode influenciar quem tem medo, mas tem vontade de fazer. Parabéns pela narração da sua estória.

    PS: A minha namorada tem muito medo e vergonha quem sabe eu não faço com o seu amigo, imprimo e esqueço pelas coisas dela esse msmo texto… rsrs

  35. nusssssssa dar atras é bom demais mesmo mas logo no inico tipo quando a mulher ta ali se deliciando antes de gozar por que depois que goza e se o homem demorar muito dai o pisicologico começa a reclamar , que esta sentindo dor mas ´q é bom demais é!!!!!

  36. Adorei a hitoria, me faz lembrar muito, de quando iniciei minha namorada, era toda timida não sabia fazer praticamente nada, durante 6 meses de namoro ela não aguentava nada nem mesmo na bucetinha, eu pagava motel pra bater punheta mesmo não fazia praticamente nada lá, depois que ela gosava ficava toda dolorida, e com muita paciencia e conversa ela foi melhorando ate o dia que eu deslizei um pouco mais para outro buraco, ela ficou vermelha, tremula, nervosa e eu fui falando besteiras no ouvido dela e passando as maos na sua bucetinha e colocando o meu penis naquele lugar tão apertado, foi tão gostoso que só de lembrar eu já fico louco. Realmente deu muito trabalho fazer ela se soltar mas valeu muito apena, hoje nos temos uma intimidade extrema onde nos realizamos todos os nossos desejos. Já sai com muitas mulheres extremamente safadas que faziam tudo na cama, e que tinha uma quimica muito gostosa comigo, mas nunca tinha sentido tanto prazer como senti por essa mulher e realmente é verdade, fazer amor com quem a gente ama é infinitamente mais gostoso.

  37. Eu sou tadado em cú. toda as mulheres que eu tive eu insisti a torna-las apreciadoras ,atualmente minha esposa adora quando eu convido algum amigo meu para emraba-la, ela já tentou fazer dupla penetração mais ainda não encontrou o eixo certo, mais nas 03 ocasiòes que presentei ela com outro homem, ela aguentou gostoso e eu vibrei vendo a disposição dela em dar a bunda , independentedo tamanho do pau.

  38. G.R

    Acredito que o tesão foi psicológico. Você usou uma expressão perfeita: "êxtase emocional". Sexo anal é um tabu em qualquer cultura e a trangressão é um grande afrodisíaco.

    Muito obrigada pela visita!

  39. acabei de ler essa post e a outra "o cu". eu nao fala portugues muito bem mas entandi quase 100%

    uma coisa que voce falo me fez curioso.

    "Sem nenhuma penetração vaginal ou qualquer estimulação no clitóris eu gozei de dor e prazer apenas com o sexo anal."

    exist alguma explicaçao scientifica algo que mostre orgasm exclusivamente anal? este gozo que voce falou era o mesmo gozo que sente quando tem sexo vaginal?

    seria isso algum tipo de extase emocional que voce tem relacionou com o actual penetraçao?

    eu ficaria muito feliz e agradecido se voce respondasse!

    ps1:sua historia me dexo morrendo de tesao

    ps2: desculpa pelo portugues quebrado

  40. Lindo posso dizer que ao ler me esporrei todo ,e tenho mulher e uma filha ,mas ler tua historia

    me deu tesão muita ,vou tentar com minha mulher

  41. Cara B.,

    Num dado momento do texto pensei que você fosse engatar uma música.

    Fiz esta adaptação, quem sabe faz sucesso né.

    Título: O Melô do Cu.

    Autora: B.

    O meu nome é B.

    Dos 16 aos 31 eu quis tudo na cama, menos dar o cu.

    Cheguei a pedir a um namoradinho.

    Mas ele tinha pavor de comer cu, disse que não tinha nada mais nojento e broxante.

    Com ele experimentei muita coisa, mas dar o cu que é bom, nada!

    Navegando por um site de relacionamento conheci um médico.

    Bem mais novo do que eu, o nome dele era F.

    Lembro que algo que marcou as nossas conversas era o fato de F., depois de ter visto fotos minhas de roupa mesmo, e perceber minha bunda arrebitada, sempre começar a nossa conversa com:

    – Dá o cu pra mim, B…

    E eu saía pela tangente, ria

    Dizia que era território intocado

    – Dá o cu pra mim, B…

    Depois abri o jogo e contei a história do trauma da minha primeira vez e ele ria

    – Dá o cu pra mim, B…

    Dizendo que o E. não soube comer. E dizia que o dia em que trepássemos seria diferente.

    Começou me dando uma dica.

    – Dá o cu pra mim, B…

    Eu tenho um aspecto muito sério. Uso cabelo preso, roupas de tons neutros, tenho um estilo básico no dia a dia e às vezes clássico à noite. Dar o cu, jamais… mas ele insistia

    – Da o cu pra mim, B…

    Mas ele insitia

    – Da o cu pra mim, B… (bis)

    Entre carícias, beijos, y otras cositas mas, ele enquanto me excitava, lambuzou os dedos com KY e foi cuidadosamente dedando o meu cu com movimentos circulares.

    – Da o cu pra mim, B…

    Diante de tanta insisitência, resolvi dar o cu pra F.

    Ele me colocou de bunda pra cima, mas com o corpo meio de ladinho.

    Com os dedos da mão esquerda fodia minha xota e com os da mão direita o cu.

    – Dá o cu pra mim, B…

    Com o dedo no meu cu, ele dizia o tempo todo coisas bocenas como "está gostando, né putinha?!

    Vai rebolando assim de leve, enquanto eu vou preparando terreno pro meu pau.

    – Dá o cu pra mim, B…

    Se abre pra mim, se arreganha, abre este cu pra mim, vai, deixa que eu vou te fuder tão gostoso que você vai pedir bis.

    – Dá o cu pra mim, B…

    E então, ele deixou de me masturbar na frente e passou a concentrar-se apenas no meu cu, comecei a sentir alguma dor, já que ele ia aos poucos, metendo mais dedos. Primeiro um, depois dois, três…

    – Dá o cu pra mim, B…

    Com o cu melado de KY a fricção, o vai e vem, ia fácil, quanto mais ele me fodia com a mão, mais eu amava me sentir preenchida dela.

    – Dá o cu pra mim, B…

    Foi então que cheia de dor e prazer eu pedi que ele tentasse enfiar mais um dedo e ele gargalhou:

    – B., agora só se eu meter a mão inteira, estou com quatro dedos dentro de você e doido pra enfiar o meu pau.

    – Dá o cu pra mim, B…

    Fica quietinha, relaxa que eu vou colocar a camisinha pra te fuder gostoso – e assim ele fez.

    – Dá o cu pra mim, B…

    Instintivamente eu arrebitei a bunda, continuei com a cara enfiada no travesseiro porque estava com medo de gritar quando o pau entrasse, mas ele foi primeiro devagar, meteu a cabeça, um pouco do pau, depois inteiro.

    – Dá o cu pra mim, B…

    Doeu, muito, mas eu pude sentir o meu cu piscar, mordendo o pau dele dentro de mim.

    – Dá o cu pra mim, B…

    Ele então começou um vai e vem de leve, deixei o corpo descer um pouco e ele sempre firme com as palavras:

    – Nada disso sua puta, quer dar, então agüenta! Empina a bunda, bem arrebitada que se é pra fuder quero fuder direito.

    – Dá o cu pra mim, B…

    E segurando-me pelo quadril começou um vai e vem mais forte e eu gritei com a cabeça enfiada no travesseiro, um grito abafado, mas sentido, sofrido.

    – Dá o cu pra mim, B…

    E ele então preocupado perguntou se eu queria parar, e eu implorei que ele não parasse, continuasse porque estava bom demais.

    – Dá o cu pra mim, B…

    Ele continuou metendo e falando bobagens, entrei num transe, esqueci de todo o meu corpo e só sentia o pau entrar e sair.

    – Dá o cu pra mim, B…

    Ele completou a trepada com uns tapas em minha bunda, segurando-me hora pelos cabelos, hora pela cintura…

    Daí não agüentei, gritei de novo, mas dessa vez de gozo.

    hummmmmmmm (som de gozo)

  42. Eu em vez enquando dei mas só deixava me penetrar me masturbando para amenizar a dor , mas com meu atual marido djalma deixo ele enfiar tudinho ele faz com tanto carinho que só me dá prazer, no dia ent~~ao que colocamos uma camisinha numa banana verde e enquanto ele me enrabava eu introduzia a banana na xota fui ao ceu e voltei de tão gostoso nada como dar o rabinho quando realmente queremos.

  43. Parabens pelo texto. Gostei. Meu primeiro cuzinho foi aos 16 anos e de la pra ca não parei. Toda preliminar vale e muito porque as mulheres adoram mesmo é sentir voce querendo o rabinho delas. Na faculdade eu perdi as contas de quantos foram e acredito que a experiencia justifica, sem pressa e sabendo como fazer—aí vale a pena. E o maior de todos os segredos: não conte pra ninguem absolutamente nada. Quanto mais discreto, mais tempo a gente curte a dois. Algumas namoradas queriam só o rabinho e pronto. Outras não admitiam mas 5 minutos depois — põe la põe. É eu queria fazer mais, porem morando aqui em Curitiba, eu to ralado…esse povinho é dificillll. Tenho 45 anos de idade e ainda sou um caçador—parece que eu vi um cuzinho, vi sim!

    Sugiro meu link preferido: http://www.redtube.com/8824 para ilustrar–sem ninguem sofrendo, assim é que se faz. Calma e profundo. Precisando de um amigo contem comigo. Ao infinito e alem…. Jorge ( [email protected] )

  44. Olha B, pra mim fazer sexo sem comer um cu, é frustrante…..minha esposa deixa de 3 em 3 semanas, mas ela só dá pq eu adoro, se pudesse comeria o cu dela todos os dias, a sensação de submissão da mulher de 4 ali levando no cu é muito gostoso, é uma gozada deliciosa…bjs

  45. Quando fui a Cuba, percebi que lá, pelo jeito, o cu e a preferência nacional masculina. Em um filme normal no cinema apareceu uma enrabada bem bonita em uma mulata.

    Acabei ficando com um Cubano casado e a primeira coisa que ele fez ao tirar a minha roupa foi colocar um ou dois dedos no meu cu.

    Depois, sem gel sem nada (essas coisas não tem lá), só com camisinha, enfiou bem no meu cu e mal chegou a doer. Foi é muito bom.

    Depois disso queria enfiar na vagina, com a mesma camisinha. Então tive que pedir para ele trocar. Achou que eu gastava camisinhas demais (lá é muito caro, a sorte que eu eu tinha levado umas).

    Olha que gostei daquela transa. Estou bem a fim de dar o meu cu de novo, mas o meu namorado não acha grande coisa esta modalidade. Vou ter que apelar mesmo é para os dedos ou comprar um vibrador.

  46. tenho 38 anos nuca comi um cú gotaria que alguem se enteressase em sentirprazer no meu pau de 19cm

  47. Nunca dei, mas com este realato, vou caçar aquele meu amigo da escola que tem fama de ser bem dotado!

  48. Olha, dar o cu, pela primeira vez doi, mas é uma delicia. Adoro dar o meu para a minha namorada… Ela adora. Então quando começa a me chamar de sua puta, vadia.. é um gozo só. Minha buceta chega a pingar perna abaixo.. chega a gastar o nosso consolo…

  49. sou fanático por um cuzinho feminino. sou tão tarado por cu que acho que a mulher deveria ter um na boca. deveria ter, na verdade, uma cloaca na boca. a união da boca, buceta e cú no mesmo orgão(seria uma bocloaca). ai facilitaria tudo. beijar, chupar a buceta e o cu ao mesmo tempo seria maravilhoso. uma bocloaca, também no lugar da vagina seria a perfeição. meter e chupar os três no mesmo intervalo de tempo …

    "utopia" de lado, sempre apelo para a mesma sequencia inicial na transa: chupo muito, muito a bucetinha da felizarda. ainda dentro das suas pernas começo com aquela lambidinha no cuzinho. que delicia…meu cacete lateja de prazer. quando ela então fica de quatro, encosta a cabeça na cama, e abre aquela bundinha toda eu começo a tremer de vontade de chupar aquele cuzinho, lambuzando aquela bunda toda de saliva. ah, e eu adoro ver uma mulher se masturbando enquanto eu chupo o seu cuzinho. claro que sempre é bom ta com a bundinha bem lavadinha pra ficar mais gostoso(se nao tiver 100%, lambo do mesmo jeito). assim como o cara tb deve ser higienico. mal cheiro com a penetração?? ô lindas, não se acanhem, sabemos que isso acontece e não é motivo para constrangimento. incomodou? abra o jogo e vá se lavar. se o cara é competente ele vai te ajudar no banho e começar tudo denovo com vc. quer lingua denovo no cuzinho? peça, com aquela cara de pidona safada.

    então, eu gostaria de ouvir comentarios acerca do tema…o quanto voces gostam de uma chupada cheia de saliva no cuzinho????

    ah mulheres, não tenham medo de dar o cu…sigam as instruções acima, façam esses exercícios no banheiro, masturbem-se com o dedinho na bunda… conheceu alguém interessante? coloque o seu cú na jogada, explorem ao maximo o potencial de seus cús, associe cú ao "prazer clitoriano". vcs não gostam de homem tarado? pois então, em terra de tarado quem dá o cú é rainha!!!então dali cú. cú na cama, mesa e banho. é cu no café no almoço e no jantar. É bom pra tudo, bom pro corpo, bom pra mente/ é muito bom/ principalmente para o coração…(sintetizando: cú é um santo remédio). cú é bom a toda hora . enxuto, suado, saído do banho molhadinho. Com cobertura de chocolate , kiwi, morango, aliás aí vai uma dica: cobertura de sorvete é show de bola pra hora da sobremesa(vc tem várias opções de sabores, rende, após aberto não estraga com facilidade e substitui o ky) . com sorvete é melhor ainda. um cú gelado tem seu valor ( isso é serio, é uma delicia). eu particularmente, gosto muito do sorvete de flocos “al cú”. mas gosto é igual a cú…

    ah, mas não sejam egoistas, não queiram ser exclusividade! difundam difundam difundam essas ideias… cú, em alguns locais, ainda é artigo raro…ajudem a aumentar o numero de cús disponíveis, abertos aos prazeres da vida. difunda também na família, com aquela titia intima, mas acanhada, com suas irmãs, com a mãe solteira, com vovó(me amarro numa coroa)… vamo fazer desse mundo uma ciranda de cús alegres. vamos acabar com essa idéia de que lugar ruim é o cu do mundo. Quando alguém mandar vc tomar no cú não se ofenda, entenda como um elogio, afinal se alguém deseja tanto que vc faça algo tão prazerozo é porque quer teu bem logo, agradeça. É o cú fazendo a sua parte para minimizar a violência. É o cú colocando cabeças no lugar. desde ja agradeço a colaboração de todas. quem sabe um dia agente nao se ve por ai… vai ser mais gostoso pra mim, que vou encontra uma mulher fogosa doida pra dar a bundinha, e pra voce que vai experimentar um psicopata, tarado, pervertido, mas gentil e muito carinhoso disposto a fazer tudo o que vc precisa pra ir no ceu sem precisar enfrentar os transtornos gerados pela crise do transporte aéreo!!

    e não se preocupem! falamos muito em cú, mas nunca deixaremos suas bucetinhas em segundo plano.

  50. eu aprendi a dar gostoso com os gays eles são especialistas nessa técnica, depois que começei não parei mais… mas só consigo gostar de pau grande não sinto nada com pau pequeno…

  51. Não é o homem quem come, é a mulher quem dá. E só rola legal quando ela tem vontade. E se tem vontade, é muiiito bom. Mas tem de ter uma preparação, tipo limpeza com chuveirinho, preliminares pra relaxar e depois…

  52. aew galera adorei tudo msn

    que storia quent

    quem QUISER CONHEÇER UM CARIOCA QUEM

    ([email protected])

    ([email protected])

    ([email protected])

  53. A melhor descriçao de uma deliciosa enrabada!

    Foi assim comigo… mas tem sido dificil arrumar um homem que saiba comer um cu direito… delicia!

  54. Olha, eu gostei da forma como você coloca sua história. É muito sensual tudo isso, mas, eu morro de medo. As vezes tenho vontade, mas o medo logo toma conta. Achei interesantes todas as dicas, mas… Quem sabe um dia, quando encontrar um cara bem carinhoso e calmo, que tenha paciencia, que saiba esperas a hora certa e que me prepare para tal . Esse meu atual e meio bruto e tem um pau enorme. Aí nem pensar. tem alguma dica para o meu caso? [email protected]

  55. Acho que não tem muito a ver com a dor, quer dizer muitas pessoas sentem prazer com dor(inflingindo ou sofrendo), mas acho que o prazer que grande parte das pessoas sente ao fazer anal vem do taboo.

    Sobre convecer o parceiro a fazer, o mais importante é confiança e delicadeza. Um KY analgésico também ajuda. =D

    Curto muito anal mas é muito trabalhoso(com a higiene, paciencia e preliminares) mas se bem que todo sexo gostoso é trabalhoso e não dá pra ser feito todo dia com essa vida corrida e estressante. Fico mais romântico nas férias. =D

  56. ACHO, NÃO , TENHO CERTEZA DE QUE VC É MALUQUINHA, MENINA!!!

    CORAJOSA, MAS MALUCA!!

    SE VC SE SATISFAZ ASSIM, FAZER O QUE? MAS, EU NÃO CONSIGO IMAGINAR ESSE TIPO DE PRAZER COM DOR!! NÃO É PRA SER ASSIM! PODE SER BOM POR UM TEMPO, MAS ALGO TÃO PRAZEROSO NÃO TEM QUE SER COFUNDIDO – MISTURADO- COM DOR. ELES QUEREM TANTO, MAS SE SOUBESSEM COMO É, TALVEZ, NUNCA MAIS PENSASSEM NISSO!! HOMEM É FODA, CARA!

  57. Anotei o e-mail do beto lino para mais umas dicas, já que ele deixou aí,deve ser pra isso mesmo.

  58. nossa!… amei. Me lembrei da primeira vez que dei o cu. Doeu demais, mas, logo o prazer foi tomando conta, assim como mixagem de musica, vai saindo uma bem devagarinho e chegando a outra pra delicia de saber que toda dor valeu apena. Então você é premiada com uma enchurrada de pôrra. E depois, o pau do cara fica dando uns toques deliciosos toda vez que ele tenta cuspir mais um pouquinho. Depois ainda tem a parte em que o pau amolesse e vai saindo aos pouquinhos… você tenta segurar com o cu, mas, não adianta. AÍ VOCÊ QUER TUDO DENOVO.

  59. Oi, eu sou tarado por Cú, mas minha esposa tem essa noia de dores, já fiz de tudo, mas acho q o meu pau é muito grosso, e por isso q ela num deixa, já até tentei com uma garota de programa e ela tbem recusou na hora H…

    Quem sabe uma hora aparece alguem q encara…

    Abraços a todos.

  60. Pra quem tem problema com a dor, é o seguinte: o início tem que ser de ladinho, e você pode e deve lubrificar com o próprio pau do cara como pincel. Se não tiver lubrificante tradicional use condicionador, é ótimo.

  61. muito bom, estou na duvida se tento convenser minha parceira a dar o cuzinho ^^

    pois ela diz que doi afff… e eu tenho 19 cm de ferramenta

  62. sou louco para comer um cuzinho de uma gata sarada se alguma gata ler e se interesssar me responda

  63. Hum, como mulher desculpe-me discordar. Dar o anus para mim é uma das mais gratificantes maneiras de obter o orgasmo!!!

  64. eu tenho vontade de dar o cu so que tenho medo de doer

    mais se tiver algum homen interessado e que seja carinhoso eu do meu cu

    se quizer e so me ligar

    0 ** 99 9126-1851

    terei a maior satisfaçao em falar com vc

    so que quando me ligarem por favor se indentifiquem ta

    obrigado e liguemm mesmo quero tentar dar o meu cu virgem

  65. Bom adorei sua história muito legal mesmo,eu adoro dar o cuzinho sempre dói mas como vc disse a dor se cunfunde com o prazer,mas me da tesão de dar o cuzinho a cada 15 dia + ou – sem tesão não tem jeito.

  66. Pingback: A primeira vez que … « Casinha do Bob
  67. Que 10 vou agora mesmo fazer uns exercicios pra dar o cuzinhu pro meu maridinhu!!!!!Quero muito….Valeu a história….

  68. Nossa, parabéns pelo conto!

    adorei!!!

    Ainda sou virgem mas ainda vou querer experiemntar de tudo c/ minha namorada.

    Boa sorte!

  69. Adoreeeeeeei a historia e fiquei excitado. Fiz sexo anal com duas namoradas, mas pareceram não gostar muito. Com a atual nao insisti muito pois achei que as mulheres nao gostassem e nao quis pertuba-la, mas isto me animou e vou continuar insistindo e ter uma boa transa, vou procurar ser paciente e carinhos depois eu conto pra vcs.
    ate mais.

  70. Quase não aguentei!!! Nossa que delícia! Vc é muito consciente do que quer! Não vou nem te cantar!
    Bjs.
    Driguez, Campinas-SP

  71. é como lygia fala ai em cima,minha namorada sempre faz isso depois que gosa, sempre quer que e coloque na bunda dela e eu como gosto muito de bunda quero mais deicho que ela controle a entrada,e guando ela ta colocando bem devagar eu fico com meu dedo,fico mordendo a orelha dela,beijando o pescosso pegando no cabelo bem forte essas coisas que sei que ela gosta e as vez ela chega ate agoza de novo,o que me deicha muito bem com ela.

  72. O melhor jeito é: no 2o round, com a mulher ficando por cima e controlando a entrada. Se ela gozou no 1o round e tiver acabado de gozar no segundo, é melhor ainda…

  73. Oi,
    Seu site é a coisa mais excitante que encontrei na net, não me dou com pornografia, e o seu erotismo tão sofisticado é exatamente o que o eu gosto. Bom, já passeei pelo blog e nessa historia do anal eu parei.
    Eu sou casado a apenas 7 meses mas já são 5 anos de relacionamento, minha esposa querida não deixa eu tentar, já fui carinhoso, já fui persuassivo, já fui técnico, já fui grosseiro, e nada. Eu tenho muito medo de que nos separemos, pois esta insegurança está em todo o lugar, mas paciência, não tenho medo do futuro, tenho medo daquele único instante de separação. O curioso é que eu tb achava broxante a penetração anal, mas amadureci e toda vez que conheci uma mulher a fundo, além das aparências, o sexo teve que se expandir, e pelo menos duas vezes foi muito muito bom chegar ao sexo anal.
    Beijos, tudo de bom pra vc e pra essas pessoas legais que postaram comentários de tao bom gosto.

  74. MEU AMIGO A MINHA É IGUALZINHA A TUA, SEMPRE NEGOU, TEMOS 28 ANOS DE CASAMENTO, TENTEI MUITO CONVECE-LA MAS DIZ QUE É NOJENTO, COISA DE GALINHA, PUTA E DÓI MUITO. AGORA ME DIZ TENHO OU NÃO DIREITO DE ESTAR DESDE 1998 COM A MARAVILHA DA MINHA MULATA DA BEIJA-FLOR? HOJE AS 14:00 H ESTAREI COM ELA. CHUPAREI MUITO AKELE GRELO E AKELE CÚ MARAVILHOSO, A SACANAGEM VAI ROLAR. TCHAU GALERA!!!!!

  75. Puxa, eu adoro comer um cuzinho, mas a minha esposa pra dar um Deus nos acuda, e quando dá não deixa fazer direitonho como eu gostaria de fazer, ela diz que dói, eu tento passar lubrificante mas ela não curte nem a pau, então deixo pra lá…

  76. ESTE CONTO ME FEZ LEMBRAR DA 1ª VEZ QEU EU COMI O CU DA MINHA MULATA PASSISTA DA BEIJA-FLOR, EITÂ BUNDA GRANDE E CÚ MARAVILHOSO DE GOSTOSO,FAZ UM SEXO ORAL MELHOR QUE O VAGINAL, ELA É DEMAIS. AINDA BEM QUE AMANHÃ ESTAREI COM ELA E IREI BOTAR NAQUELE CÚ MAIS UMA VEZ E TBM FAZER TUDO DE SACANAGEM POIS ELA Ñ NEGA NADA. CONHEÇO A P. DA BEIJA-FLOR DESDE FEVEREIRO DE 1998 E DE LÁ PRA CÁ TOME PUTARIA. ELA É UMA MULHER COMPLETA. NEGA LIMPA, HALITO BOM, CHEIROSA, CARINHOSA E LINDISSIMA, BOCA MEDIA, LÁBIOS CARNUDOS E DENTES BRANQUINHOS E CERTINHOS. ELA É FANTÁSTICA E ESPETACULAR !!!!!!!

  77. Otima leitura,adoro comer cú,fiquei até ecitado ao ler e que num fica?manda minha esposa ler rsrs mais só pra da mais tesão pois ela se amarra em dá!!

  78. Que "Post" S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L.

    Maravilhoso.
    Sinceramente.
    Um dos melhores post que li até hoje!Circuitos na narrativa que nos leva a vislumbrar qualquer coisa relativa no campo de significantes que organizam nossas condições de fala em nosso mundo. Genial!
    Qtos cruzamentos só na descrição de uns instantes, laços, amizade de agora. Mestria de passagens, o singular e o coletivo, local e universal, velho e novo, nacional e estrangeiro, fetiches, sentimentos, conjugalidades de constelações e labirintos…
    chi!!!! acho que fiquei viajandona!
    sorry!
    Beijos

  79. Que interessante!rss
    Sempre tive um certo "trauma" com sexo anal. Creio que devido aos parceiros anteriores não serem habilidosos..rs
    Hoje, tenho um "namoradinho" delicioso que me ensinou a gostar de dar o cuzinho..rs. Consigo gozar através dele e até já gozei sem penetração, apenas sendo massageado ou lambido…hummm, rss…Já fiquei com vontade de dar! rs

  80. Adorei o relato, pois, a coisa mais gostosa do mundo é comer um cuzinho, tinha uma namorada que me dava o cuzinho sempre, só que sem camisinha, e depois que eu enchia-o de porra, ela ficava toda contente sentindo a porra escorrer pelas perna.

  81. Literáriamente maravilhosamente sensual.Agora,dona,cú não se pede,cú se ajeita(ditado popular das praias da zona sul)

  82. vc dise q gosta de homem magro eu sou a sim vc nao q da para mim eu quero come seu cu gostoso
    e sua xoxota chupa ele até vc falar chega se vc quiser é só me responder ta
    bejus na xoxota

  83. tentei com oleos e tudo, mais o cu é muito apertada, bonita e sabe de foder, eu lambi o furinho dela, meti lingua 100% saborosa

  84. a minha namorada tem um cuzinho, e eu um pau crooso e grande, tentei comer o cuzinho dela duas vezes não consegui… ele gritava de dor e eu queria tanto comer ela

  85. Estava saindo recente com uma namoradinha q é bem safada n acama, mas nunca tinha dado o cuzinho e eu sempre pedindo e ela negando. Um dia no clima bem quente peguei o gel e disse q não aceitava mais um não. Ela receiosa deixou e no fim disse q se soubesse…a partir dai ela já me encontrava com o gelzinho na mão. Para mim, toda transa para ser completa tem q rolar.
    Abs

  86. achei esse relato interessante – Pois sempre disse pra minha mulher que ela é tão sensual que merece ser possuida de todas as formas por mim – e se não fosse assim, de outra forma seria um verdadeiro desperdício. Acho que um casal tem que ser cumplice no mais alto limite do prazer. Se depende somente dos dois, naõ vejo porque não atender os desejos um do outro. e assim nos completamos. Boa sorte!!!!!

  87. Gata vc ta certa eu nao imagino uma tranza sem sexo anal,toda mulher que sai comigo um dia acaba dando eu nao tenho pressa, minha tatica e sempre temtar como seu amigo fez que um dia elas topam como vc topou, uma amiga minha casada que sai comigo diz que o marido nunca tentou e ela nem sabia que gostava, hoje ela sai comigo da pra min mas tem medo de ofderecer pra ele por que acha que ele tem preconceito e pensa que sexo anal e coisa de puta pode????.

  88. eu..tanbem……gosto…de…dar…o..cu….gosto…..tanto…..que….uma…vez….eu…fui…no…..pagode…..com..umas..amigas….nos…dançamos…cantamos…..si…divertindo…..e…veio…..querendo.ficar.com.migo………eu.faley….assin…….para.ele.que.so.ficava….se.ele.come-se…….o..meu….cu….

  89. A sublime arte de se comer um cú realmente não é para todos, a paciência, o jeito e os carinhos adequados a cada mulher é o caminho que a leva ao melho dos orgasmos femininos, para mim não existe nada mais lindo do que ver uma mulher gozando pelo cú,ver seu gozo escorrer realmente é lindo, parabéns a vcs que ja alcançaram este nrivana. bjos.

  90. Acho que 90% das mulheres gostam, mas ainda não sabem. Na verdade, o cara tem que saber seduzir e ter sensibilidade suficiente para merecer e conquistar o prêmio. Tem todo um ritual necessário para que a coisa flua bem. Das mulheres com as quais me envolvi nestes meus modestos 28 anos de vida, apenas uma delas não virou adepta a dar o toba, pois ela tinha hemorróidas que a incomodavam muito. [risos]

    Definitivamente, minhas lindas de plantão, dêem seus cuzinhos, porque comê-los é bom demais!

  91. Muito bom! Colocou a situação de uma forma clara e "limpa", escreve muito bem!

    O fato de tratar o sexo anal como uma relação "especial" e a ser constituída de: Carinho, respeito e calma. Torna-se algo realmente especial e destinado somente a quem sabe como fazer uma mulher se sentir à vontade e com vontade de fazê-lo!

    Parabéns

    Abraço.

  92. nossa essa historia foi realmente excitante eu sou louco por cu gosto muinto de comer um e quando uma mulher se solta e quer dar é mais excitante ainda espero encontrar uma de vc´s que gostam ser feliz.

  93. Ana Carla, dê se tiver vontade, senão… Deixa rolar. Cada um tem seu tempo e maturação certa e alguns, jamais têm. Portanto, como diria a minha avó: "O que é de gosto, é regalo do peito" (algo como "Se quer e gosta, manda a ver, ninguém tem nada a ver com isso"). Eu só dei qdo tinha realmente vontade e amei! Mas… questão de gosto! Ainda assim, não vivo dando todo dia não. cu é prêmio! Se der todo dia, perde a graça.

    Beijos!

  94. Eu ainda não dei o meu cuzinho…. E nem tenho vontade de dar, mas o meu peguete tá me pedindo toda hora… Amigas… O q eu faço???? Dou ou não dou???

  95. tenho muito tezão e vontade de comer um cuzinho, estou a procura de alguem que quer fazeri sso comigo espero achar alguem que topa se tiver alguem afim mande email que topo ai que tezão

  96. Vocês são uma cambada de sem-verganhas que não se realizaram e ficam trocando de homem como se troca de roupa. O que separa o ser humano dos animas e sua ética, sua inteligência, pos temos muito em comum com os animas. Vocês estão fora do padrão humano digno. Q orgulho é isso para uma pessoa se cães e suas cadelas fazem isso há todo instante.

  97. Pingback: O Cu - Dor e Prazer « Me and my secret life « Neurónio
  98. tenho acontecimentos em minha vida bem parecidos com esse, mas no meu caso eu fui o "enrabador" da estória, foi uma coisa mais ou menos parecida, eu tenho uma afinidade muito grande com cus, de mulheres lógico, quando vejo aquelas bundas lindas com aquelas marquinhas fico louco, me masturbo diariamente e sou casado, minha mulher ás vezes faz minhas vontades, mas eu sinto que ela faz porque sabe que eu gosto, mas ela nao. mas depois que nos mudamos para maceió conheci uma vizinha, uma morena linda de olhos castanhos claros que me enfeitiçou. ela mora no apto de baixo e escuta eu dizer pra minha mulher uma putarias e entao ela me cantou e começamos a transar quase todos os dias e ela adora dar ocu para min pois acho que modestamente sou PHD em cu, ela treme ao ficar comigo e fica toda arrepiada quando entro em seu apto, mas é só sexo pois eu amo minha mulher mas ela, ela jamais vou deixar de comer e ela de dar a min, é impressionante o cheiro daquele rabo, parece que ela passa perfume, cara é impressionante só de falar fico numa tesao impressionante. eu tenho algumas fatos ocorridos comigo que sao muito interesantes, se alguem quiser escutá-las estou disponivel para contar. sao verdadeiríssimas. e relacionadas a cu.

  99. adorei seu relato, gosto muito de cuzinho apertadinho e quentinho sou tarado por sexo anal, te dou os parabens por ser adepta desta tao gostosa modalide, temos que aproveitar completamnete o parceiro ou a parceira, um desconbrido todos os prazeres que o sexo bem feito nos da. um abraço.

  100. eu adoro comer um cú pq ele tras dor para as mulheres e sofrimento ,eu me alimento disso dor e sofrimento anal rsrsrs,adorei essa pagina

  101. [email protected] disse:

    he entrei nesse poracaso e como vc vcs sabe q quem n tem o q fazer procura!!! eu sou daniel de salvador e tbm achei esse site interessante e eu tbm adoro fuder um cú de mulheres ok! eu ja fude o cú de minha namorada q era piriri. e ela adorou eu então foi a primeira vez q eu fude um cu e ela a primeir vez q tinha dado o cú e pra mim q foi o melhor da historia ou seja eu fui o orimeiro !!! eu estava lendo as historia e teve uma muito interessante q ela fala q conhesseu um cara pela net e dai ela acabou na cama com ele !!! eu acho q td pode acontecer inclusive de eu conhesser uma mulher interesante q esteja afim de fuder gostoso qm se interesar pela minha menssagem q entre em contato haushuashua kkkkkk ok [email protected]

  102. oi este texto é massa dmais, gostei muito pois eu so apaixonado por cu ,gosto muito de comer um cuzinho e vc me fez aprender alguma coisa ai pra comer mais cu por ai, é muito bom saber q tem mulheres q gosta mesmo de dar o cu , mais dar de verdade mesmo, isso é muito bom, maiorias das mulhres q transei medisseram q nao faz isso por dinheiro algum mais, de leve eu do uma tocadinha no cozinho dela , a minha namorada disse q nao gosto mais quando estamos transando ela da uma virada e pede pra botar no cu dela..um abrAço a vc se quer dar ´pra mim eu to na area..

  103. Que sacanagem postarem seu texto sem crédito!! Eu já tinha lindo mas acho que não tinha comentado não, mas, vou comentar agora…
    Eu até tenho vontade, mas não encontrei até hoje alguém igual ao F. que fizesse a coisa com tanto jeito…
    Beijos!!

  104. É… o conto é bem interessante mesmo. Namoro há três anos (sou noivo há 1 ano) estou na mesma que várias pessoas, para mim é uma fantasia, a prioridade é que a amo e a quero muito bem, jamais pensaria em trair minha noiva, seria decepcionante para mim mesmo.
    Tenho muitas fantasias sexuais, porém a minha noiva ainda não se sente muito a vontade, ela ainda tem algum receio por não ser casada, ela pensa nos pais, a quem está enganando.
    Nós somos cristãos, mas somos bem concientes de que o que se fala na igreja nem sempre é o que Deus disse ou quer, mas assim mesmo ela tem medo de estar praticando sodomismo. Já li em vários lugares que sodomismo é sexo anal, mas o significado que me pareceu ter mais credibilidade foi que sodomismo é sexo homossexual. Acho que tem mais lógica em relação ao certo e errado, pois o homossexualismo é muito mal aceito religiosamente.
    Na verdade caí aqui como o colega do comentário anterior, e senti vontade de me desabafar… eu acho que o ânus é uma região muito sensível e sensual, já pedi para minha noiva fazer fio-terra e eu gostei muito (gosto que ela me toque no corpo todo), mas ela parece se incomodar ou achar estranho. Nela eu sempre costumo passar as mãos e (penetrar também) os dedos , quando ela está excitada ela parece gostar muito, mas penetração ela ainda não aceita bem.
    Na verdade a crise do momento do nosso relacionamento é totalmente diferente dessa, estamos com vários outros pepinos para resolver, apenas estava fugindo um pouco da realidade para descansar.

    Parabéns pelo conto,
    sorte nos relacionamentos.

  105. Cai aqui totalmente por acidênte. Já havia procurado estórias e histórias de sexo anal em sites de contos mas eis que me deparo com o melhor (corrigindo – o único) conto erótico que já vi na net… Espetacular.

    Agora com licença que preciso pegar o papel higênico.
    Bj.

  106. putz, nunca fiz sexo, morro de vontade, mas num consigu de forma alguma =/, sorte do F XD…
    beijos na xota

  107. Oi! querida! que texto excitante. Eu tive mais sorte. Deu o cu aos 16 anos! e gozei como nunca esperei.Eu era virgem e o cu era a única maneira de ter praer e não perder a virgindade. Até hoje eu adoro ser enrabada!Gosto de ficar de quatro, de lado, sentar no pau, deitar na cama e ficar frente a frente com meu amante e ele me comer olhando nos meus olhos e dizendo: eu vou comer putinha! bisan

  108. american idol antonella barba When she was drooling a bit as we danced with what was different than the.

  109. Ola querida, adorei o seu conto! realmente me deu um loko tesao! sera q tem como a gente se conhecer emlhor? nos correspondermos… vc pod me add no msn?
    sou do RJ e vc? aguardo contato …
    bjsss

  110. Depois de alguns meses de namoro e muitas conversas descobri que minha namorada sempre teve curiosidade de experimentar no cuzinho, ela sabendo que eu tb tinha esta curiosidade. Num certo dia fomos para o chuveiro e foi lá que aconteceu, a água facilitou tudo, ela foi controlando os movimentos.
    Depois dessa vez foi ela quem passou a me pedir pra ser comida no cu, e desde então fomos nos aperfeiçoando no sexo anal.
    Quando os 2 estão a fim, sexo no cuzinho é uma delícia.

  111. Palavras De Um Futuro Bom
    Jota Quest

    Anda, enquanto o dia acorda agente ama,
    Tô pronto pra te ouvir aqui na cama!
    Te espero vamos rir de todo mundo
    Nesse quarto tão profundo… Lá, Lá, Lá…
    Para, repara tente ver a tua cara
    Contemple esse momento é coisa rara
    Uma emoção assim só se compara
    A tudo que passamos juntos… Lá, Lá, Lá…

    Preciso tanto aproveitar você
    Olhar teus olhos, Beijar a tua boca
    Ouvir palavras de um futuro bom
    Preciso tanto aproveitar você
    Olhar teus olhos, beijar tua boca…
    Dizer palavras de um futuro bom…

    Anda, enquanto o dia acorda agente ama,
    Tô pronto pra te ouvir aqui na cama
    Te espero vamô rir de todo mundo…
    Nesse quarto tão profundo… Lá, Lá, Lá….
    Para, repara tente ver a tua cara….
    Contemple esse momento é coisa rara
    Uma emoção assim só se compara
    A tudo que nós passamos juntos
    Nesse quarto em um segundo…

    Preciso tanto aproveitar você
    Beijar teus olhos, Olhar tua boca
    Dizer palavras de um futuro bom
    Dizer palavras de um futuro bom
    Preciso tanto aproveitar você
    Beijar teus olhos, Olhar tua boca
    Ouvir palavras de um futuro bom

    Palavras, Palavras de um futuro bom…
    Palavras, Palavras, Palavras

  112. COMO SOU MINEIRO AI VAI UMA DOS MEUS BROTHERS..BEIJOS

    Palavras De Um Futuro Bom
    Jota Quest

    Anda, enquanto o dia acorda agente ama,
    Tô pronto pra te ouvir aqui na cama!
    Te espero vamos rir de todo mundo
    Nesse quarto tão profundo… Lá, Lá, Lá…
    Para, repara tente ver a tua cara
    Contemple esse momento é coisa rara
    Uma emoção assim só se compara
    A tudo que passamos juntos… Lá, Lá, Lá…

    Preciso tanto aproveitar você
    Olhar teus olhos, Beijar a tua boca
    Ouvir palavras de um futuro bom
    Preciso tanto aproveitar você
    Olhar teus olhos, beijar tua boca…
    Dizer palavras de um futuro bom…

    Anda, enquanto o dia acorda agente ama,
    Tô pronto pra te ouvir aqui na cama
    Te espero vamô rir de todo mundo…
    Nesse quarto tão profundo… Lá, Lá, Lá….
    Para, repara tente ver a tua cara….
    Contemple esse momento é coisa rara
    Uma emoção assim só se compara
    A tudo que nós passamos juntos
    Nesse quarto em um segundo…

    Preciso tanto aproveitar você
    Beijar teus olhos, Olhar tua boca
    Dizer palavras de um futuro bom
    Dizer palavras de um futuro bom
    Preciso tanto aproveitar você
    Beijar teus olhos, Olhar tua boca
    Ouvir palavras de um futuro bom

    Palavras, Palavras de um futuro bom…
    Palavras, Palavras, Palavras

  113. MAIS UMA DE AMOR…

    Quando a Chuva Passar
    Ivete Sangalo

    Pra que falar?
    Se você não quer me ouvir
    Fugir agora não resolve nada
    Mas não vou chorar
    Se você quiser partir
    Às vezes a distância ajuda
    E essa tempestade um dia vai acabar
    Só quero te lembrar
    De quando a gente andava nas estrelas
    Nas horas lindas que passamos juntos
    A gente só queria amar e amar
    E hoje eu tenho certeza
    A nossa história não termina agora
    Pois essa tempestade um dia vai acabar
    Quando a chuva passar
    Quando o tempo abrir
    Abra a janela e veja: eu sou o sol
    Eu sou céu e mar
    Eu sou seu e fim
    E o meu amor é imensidão

  114. Para Teu Amor

    Para teu amor eu tenho tudo
    Desde meu sangue até a essência do meu ser
    E para teu amor que é meu tesouro
    Tenho minha vida toda inteira a teus pés

    E tenho também
    Um coração que se morre por dar amor
    E que não conhece o fim
    Um coração que bate por você

    Para teu amor não há despedidas
    Para teu amor eu só tenho eternidade
    E para teu amor que me ilumina
    Tenho uma lua, um arco-íris e um cravo

    E tenho também
    Um coração que se morre por dar amor
    E que não conhece o fim
    Um coração que bate por você

    Por isso, eu te quero tanto que não sei como explicar
    O que sinto
    Eu te quero, porque minha dor é a tua dor
    E não há dúvidas
    Eu te quero com a alma e o com o coração
    Te venero
    Hoje e sempre, graças eu dou a você, meu amor
    Por existir

    Para teu amor eu tenho tudo
    Tudo o que tenho e o que não tenho também
    O conseguirei
    Para teu amor que é meu tesouro
    Tenho minha vida toda inteira a teus pés

    E tenho também
    Um coração que se morre por dar amor
    E que não conhece o fim
    Um coração que bate por você

    Por isso eu te quero tanto que não sei como explicar
    O que sinto
    Eu te quero por tua dor é a minha dor
    E não há dúvidas
    Eu te quero com a alma e com o coração
    Te venero
    Hoje e sempre, graças eu dou a você, meu amor

  115. Fuder a gatinha sem comer seu cuzinho, é uma foda sem valor. Venho trepando com uma mulher casada de 25 anos, e quando termino de gozar na sua bucetinha, ela muda a posição, ficando de quatro, para dar o cuzinho, onde ela goza pelo cú dizendo que seu marido detesta comer o cuzinho dela. Já que o maridão dela não gosta, eu adoro o cuzinho da esposa dele.

  116. Conversando com minha namorada ela mesma disse que tinha curiosidade, eu também tinha, é claro, pra não dizer que tava doido pra experimentar.
    Fiz sempre com muito cuidado, no ritmo dela.
    Hoje em dia ela é que me pede pra comer o cuzinho dela, lembrando que sempre são necessárias as preliminares pra ela relaxar antes de entrar com tudo. Que beleza !

  117. Poul, tenho um amigo que imprimiu este meu texto e deixou esquecido entre as coisas da namorada, acredita?! Se deu certo ou não, ainda não sei…

  118. Também gostaria de comer o cursinho da minha namorada, mas ela não dá de jeito nenhum, diz que vai doer. Já tentamos uma vez + foi um desastre terminei, pendendo o tesão e me irritei. o que faço para convece-la?

  119. Olha adorei ler seu relato, numa tarde assim… Uiii
    Mais tenho que dizer adoro dar o cu, e meu marido adora comer, de todas as formas e eu gozo muito é sempre uma delícia, eu gozo muito logo que coloca a cabeça do pau dele…
    Mais deixemos isso pra lá, pois só verei meu marido logo mais a tarde…

    D.

  120. Deleros, Domus e Julio Cesar

    Acho que o cu é uma fantasia tipicamente masculina, por tantos motivos que nem vem ao caso enumerar. Acho que o grande barato é conduzir a parceira a fazer parte da sua fantasia, não pelo objeto de desejo em si, mas porque ela é importante, e com ela a fantasia será muito melhor. Afinal, todos sabemos que putas que dão o cu tem de monte por aí a preços módicos, mas alguém que ame e queira dar prazer e bem mais complicado, né?!

    Beijos e boa sorte a vcs!

  121. bem…eu sinceramente ameiiiii esse comentário mesmo,o foda é que hj em dia me desculpe a palavra…ta dificil mesmo transar com alguém que goste de dar o cú..amo comer um cú bem apertado e quente,mas mesmo com todo jeito do mundo,é dificil!! a maioria das parceiras é sempre o mesmo comentário: "ai isso deve doer demais,eu não quero não"!!
    " ai que nojo!! como vc pode gostar de comer cú??""
    "ai não vai dar,seu pau é muito grosso e grande, não tem como isso entrar no meu cuzinho"

    mesmo com todo jeito do mundo, ta dificil achar alguma parceira com essa tara..mas tranquilo,eu não precisava estar aqui esse monte de coisa,me desculpa!!na real queria mesmo é só homenagear esse tópico aqui,está maravilhoso e tentador mesmo…parabéns!!

  122. eu to tenntando comer um cu ja faz um tempo, minha namorada até q permite porém é como sua prima diz o cu tranca, e pra eu não perder o tesão volto pra vagina com + furia e ela adora!!!

  123. Cara,
    que texto perfeito. Nunca fui muito me´todico assim, mas, tambem nunca fui estupido. Adoro pegar um bom rabo… fico completamente fora de controle com essa possibilidade de uma boa enrabada.
    Valeu pra animar minha tarde de estudo… se alguem quiser trocar infos… fiquem a vontade… Acho um barato essas histórias ou estórias. Imaginação nada mais é do que pretexto de realidade.. se precisar de uma "força" to por aqui… abraços

  124. POxa .. estou pegando fogo com este texto.
    Lembrei da minha primeira vez , que não foi lá essas coisas. Realmente , para dar o cu tem de ser para quem sabe comer.

    Meu namorado não come e nem chega perto,mas tenho um amiguinho que adora. Por falar nele , acho que vou procura-lo , tem um tempão que ele não aparece aqui por tras.
    beijos

  125. Bom, gostei, senti me aliviado por sentir uma enorme vontade de comer um cú. pena que minha esposa jamais deixe, sempre que tento o máximo que consigo é a cabeça. ela sempre me manda parar reclamando da dor. apesar de ser hetero e não duvidar disso, sou louco por um cuzinho bem depilado e rosado, minha boca enche d'água só de imaginar minha língua nele. não vou desistir,ainda consigo.

  126. Sem querer ser cricrí, mas já li histórias melhores, inclusive nesse tema.

    Sei lá, espero que não leve a mal esse contraponto, gosto dos textos aqui, apenas prefiro ser sincero..

    A história é boa (um pouco batida, pq toda mulher gosta de contar como foi sua iniciação anal, mesmo que seja com um Pastor Alemão rs..), a técnica do cara até que não é ruim, mas ficou.. hum.. sei lá.

    Tu sabes contar melhor essas histórias.
    E não se preocupe com o Ibope, B.
    Ibope passa, a paixão não.

    bjs

  127. o titulo para este gostoso post deveria ser "Aprenda a tomar no cu".
    so nao levantou lendo estas palavras quem ja esta morto, ate a minha avo(83), penso que se ler isto fica molhada.

    1. Tenho total aversão e repulsa por anal.

      Sexo anal JAMAIS.

      Meu cu foi feito pra cagar,não pra sexo.

      p.s. já fiz e não gostei,não senti dor, só senti uma imensa vontade de cagar kkk não senti prazer nenhum.

  128. Ótimo post. Como já disseram, também sou apaixonado por enrabar uma garota. Não consigo explicar o porque de dar tanto tesão… não sei se é porque elas regulam demais pra dar, não sei se é porque é mais apertado, não sei se é porque não é "certo". Talvez seja por isso tudo. Beijos B.

  129. O amor tem que ser livre, em todos os sentidos, em todas as direções, em todos os lugares.

    Aliás, se não for livre, será o quê?

    Abraços, flores, estrelas…

  130. Eu, que nunca vim aqui antes, me deparo com algo q tem estado tão presente em minha vida estes ultimos tempos.

    Pra falar a verdade, morro de medo, mas um dedo dele lá, já me enche de vontade.

    Mas tenho neuras, e crises, e receios de como vou reagir.

    As dicas foram ótimas. A história, excitante. E ai ai, que vontade q dá…

    (aproveitarei e vasculharei tudinho por aqui)

  131. Oi B, o meu blog tem crescido de uma forma que eu não procurei… Logo depois de postar, eu deixo o blog livre apenas por 2hs, tempo para as pessoas que eu gosto poderem me visitar e commentar. Depois disso eu bloqueio o blog. Tem muita gente lendo e ele apareceu na lista dos 100 mais lidos, 46º. Ví que o seu esta bem frequentado tmb, mas como disse, meu objetivo com ele não é fazer uma colônia de pessoas interessadas no que escrevo… acho que faz parte de ser um "romântico nostálgico" como vc me classificou!
    Adorei seu post e gostaria de fazer uma observação… Dizem que a paixão brasileira é a bunda, pois bem, quando um brasileiro olha para uma bunda ele a quer, quer consumir aquilo, adorar e preencher a mulher com todo seu membro dentro dela. Acredito que isso então seja a preferncia nacional… O sexo anal.

  132. B, você nos leva pela mão para dentro de suas histórias e nos faz vivenciá-las de forma intensa. Às vezes como um voyeur privilegiado que assiste a tudo bem de perto. Outras, como ator que lê o roteiro de um filme sobre sua própria vida.
    Adoro! Leio de pau duro.

  133. E eu devo ser um desses namorados certinhos que nao conseguem comer a bunda das namoradinhas… Ai vem um motoqueiro tatuado drogado e come o cu dela sem dó nem piedade… Pior: elas preferem os do segundo tipo… fazer o que?
    Beijos B., amo teu blog!

  134. Urban,

    eu concordo com vc menina… Não é pra qualquer um mesmo, tem que antes de saber e gostar de comer, merecer. Tive um namorado delicioso que amava, e como eu o amava… ferrou… Não conseguia dizer não. Só que depois dele, nada! Estou zerada! Acho que por isso encanei com estas histórias e estou verbalizando… risos.

    Lady Butterfly,

    se é por medinho, não tenha! Fazer com quem se gosta é tudo de bom. E como eu disse no texto, rolam umas dicas, que o Doutor F. me passou. Se funcionam no corpo ou na mente, eu não sei, só sei que depois dessa vez passei a gostar da coisa. E olha que ele nem era proctologista… risos. Só não faça sem vontade. Consensualidade sempre! Sobre a tua história, estou lendo interessada, vc escreve com o coração e isso é lindo.

  135. Lembrei de uma estória minha. Eu apesar da dor gosto de dar, mas não prá qualquer um não, tem que ter algo mais.
    P é um cara assim, e dou prá ele as vezes, mas falo, hoje não, dar o cu so uma vez por ano e daí ela fala: "dá prá rolar um pré-datado?" … kkkkk, acabo que não rsisto e concedo o pr´we prá ele, afinal eles sabe fazer como ninguém.

    Pois é B, eu nunca tive trauma não, mas morrode medo qdo o pau do cara é muito grande … ai!

    um xêro!

  136. voltei…rs depois de ler seu comentário.Também sou tímida na minha vida real, rs. Levei anos para me soltar … e com A. estamos descobrindo este mundo de possibilidades juntos… o que contou lá no seu comentário foi extamente o que aconteceu comigo, sem tirar nem por… que coisa né?
    Incrível isso, quanto ao se tornar real, já estamos falando nesta possibilidade… quem sabe! rsrsrs
    Depois te conto tudim…rsrsrs
    Adorei sua visita… adoro vir aqui tb, foi o primeiro blog que visitei que falasse sobre sexo… o primeiro a gente nunca esquece! :)
    bjs

  137. Nossa amiga, deu até borboletinhas no estômago… ler isso numa tarde de domingo é foda…rs
    Meu marido estes dias queria.. eu embromei ele e sai pela tangente…rs… mas depois desta aula de como faciliatar as coisas… vamos ver se vai rolar…
    adorei a estória! Ou melhor… história!!!To com a boca seca, hahahaha. uiiiiiiiiiiiiii.
    Vou esperar ele chegar de viagem… rs.

Os comentários estão encerrados.