Gina_Carano_by_fw4me

Fetiche por Lutadoras

Tenho um amigo que curte mulheres fortes, do tipo amazona. Acho que a Gracyanne Barbosa, namorada do Belo, deve ser padrão de beleza para ele. Se bem que seu fetiche mesmo são as lutadoras, como Gina Carano e Cris Cyborg, esta última, brasileira. As moças são campeãs de MMA – Mixed Marcial Arts. É algo como um vale tudo. Este padrão estético é o que ele tem como beleza e sensualidade. E sei que como ele, muitos outros também.

Esta semana que passou, um post da Erotic Woman  sobre Luta Feminina, com imagens e indicação de um site, me fez atentar que muito mais do que um padrão estético. Esta predileção por mulheres lutadoras é um fetiche sim. Seja a luta profissional, como o caso das musas do meu amigo, como as lutas de exibição, a exemplo do site citado em seu post, onde há uma direta relação com o fetiche. Inclusive com direito a uma pitada sadomasoquista e  D/s (Domínio e submissão) entre vencedoras e vencidas.

Bom, eu sou fã de jiu-jitsu, boxe e boxe tailandês, não vivo acompanhando de pertinho nada, e nem sou lutadora, mas sou uma apaixonada por lutas e filme de porrada. Particularmente, quando o assunto é fetiche, tais modalidades só me instigam se a luta for mista. A mulher sapecando o cara e vencendo. Já assisti ao contrário, homens “finalizando” mulheres em luta mista e não gostei.

Ah, e também não vejo graça nenhuma em assistir vale tudo feminino ou algo do gênero. No exemplo da Erotic Woman, apesar de todo esfrega, não vi tesão nenhum naquilo. Até porque, tenho pavor de mulher dominando mulher. Prefiro este tipo aqui , onde mulheres malvadinhas abusam dos rapazes submissos.

E deixando minhas predileções de lado, é interessante falar desse universo fetichista da luta. Algumas modalidades tem adeptos apaixonados, mas não chegam a ser um fetichistas, pelo menos não no sentido sexual da coisa. Outras, são uma real expressão fetichista à partir das paixões anteriormente citadas.

Porrada, porrada, porrada

Nunca entendi muito bem o que leva um homem a fazer algo como o Fight Club – Clube da Luta (quem assistiu o filme?), direção de David Fincher, mas eu também não entendo um monte de outras coisas masculinas… Como sei que os homens não entendem tudo (pra não dizer quase nada) de nós mulheres. Jamais entenderei porque o Manual do Macho Moderno 1 e 2 foi tão discutido e tampouco as 10 Dicas para se dar bem numa briga , ambos artigos de sucesso do site Papo de Homem. Tenho que confessar a vocês que lendo os rapazes desde a sua fundação, continuo não entendendo, mas… Uma coisa é possível concluir. Tanta agressividade, ou no mínimo um instinto mais agressivo, é natural à homarada. Vamos, por hora, culpar a testosterona, mas… E a mulherada, como explicar?!

Briga de mulher

Apesar de no auge dos meus instintos ciumentos ter dito que esfregaria a cara da outra no muro chapiscado, nunca fui de brigar com mulher, pelo menos não adulta. Apesar de sempre ter amado ver uma boa porrada. A verdade é que sempre gostei demais dos meus seios, grandes e fartos, e imaginava o que seria tomar uma porrada neles. Não gosto de dor. Ah, e os cabelos?! Briga de mulher sempre tem baixaria, xingamento, puxão de cabelo, tapa e arranhão. Nunca entendi isso. Sempre imaginei que se brigasse (veja bem “se”, nunca briguei com mulher) daria logo um soco para quebrar o nariz dela (e a minha mão delicada também, é claro, por isso sempre pensei melhor). Acho que não teria paciência para puxão de cabelo. Afinal, das brigas femininas que assisti, quase sempre o motivo era um homem. Homem este que ficava de fora não fazendo nada enquanto os outros torciam no melhor estilo Coliseu de Roma pelas duas gladiadoras. Nenhum homem do mundo merece que eu brigue por ele.

Luta feminina (pra homem ver) – Women Wrestling

ultimate-surrender

Ultimate Surrender – Luta feminina

Bom, o que não sei bem explicar é por que alguns homens realmente fizeram dessa paixão um fetiche e ficam de pau duro vendo a mulherada se pegando. Citando mais uma vez o exemplo da Erotic Woman, é possível ver no vídeo indicado por ela como o povo vibra! E vibra tanto na hora da porrada, como na hora da humilhação das perdedoras. Lembra até aquelas lutas na lama, no óleo, no pudim , ou qualquer coisa melequenta em que mulheres possam se pegar com roupas mínimas e, de preferência, perdê-las no meio da luta.

E tenho uma teoria para esta paixão. Nesse tipo de luta o homem consegue unir seu instinto agressivo, com a erotização do elemento feminino. Pouco importa ali, quem ganha ou perde, o que conta mesmo é quem se esfrega mais e perde mais roupa. Mexendo com a fantasia deles. Não sei dizer com propriedade, se o prazer de assistir uma luta de MMA, boxe ou qualquer outra modalidade de luta, masculina ou feminina tem alguma conotação erótica também, mas que para alguns deve ter esta pitada sexual, deve sim.

Luta mista – Mixed Wrestling

mixed-wrestling

Girls Fighting – Luta mista

Neste caso eu acho que rola mais que guerra dos sexos. O homem que se propõe a lutar com uma mulher deve fazer por safadeza mesmo. Eis um momento que eu não sei se tanta esfregação e força leva a uma ereção, mas certamente a lembrança dessa luta mais tarde deve render uma boa luta de cinco contra um, se é que vocês me entendem. Neste caso, ouso dizer que há uma pitada de masoquismo e submissão. Ser dominado pela amazona. Não afirmaria tratar-se de um BDSeMer típico, mas acho que poderia classificar como um fetichista com tendências masoquistas. Eis aqui um bom exemplo do estilo.

Para delírio dos fetichistas

É claro que se você está lendo este texto e não tem fetiche por fortonas, certamente nem sabe como chegou até o final. No entanto, acredite, tem muita gente que gosta sim e que faria o impossível para se envolver com uma. Na internet, existem foruns, onde apaixonados pelo assunto trocam imagens, links e informações sobre o fetiche.

É o caso do Musculosas.com e o Lindas Gatas Musculosas. Ambos de layout muito simples, mas que reúnem um número incrível de adeptos. Tudo com a intenção de “desenvolver no Brasil a prática da luta mista, muscles worship e outras formas de adoração de mulheres musculosas“, como um dos sites afirma. Ou seja, “vamos divulgar o fetiche pra mulherada animar e dar porrada na gente“… risos

Alguém ainda tem alguma dúvida que o universo do fetiche é infinito?

37 opiniões sobre “Fetiche por Lutadoras”

  1. Desde novo tive fetiches por pés de mulheres e assim que o marketing de combates femininos se eclodiu, fiquei viciado. Te falar que onde eu treino judô/jiu-jitsu tem um número considerável de meninas que treinam e tem umas que são até gatas, viu!

  2. Adoro luta mista, adoraria muito encontrar uma moça que queira torturar-me gostoso com chaves de pernas, como bodyscissors, headscissors, etc… Pena que nenhuma brasileira goste, só as que vivem no exterior ou as que são mesmo gringas.

  3. eu adoro luta erotica e adoraria praticar com uma mulher mais e dificil encontrar uma q gosta

  4. que legal temos gostos parecidos, nao sou lesbica nem algo parecido mas gosto de ver mulheres que se dao bem, e muito bem contra homens. adoraria fazer contato com vc. ate breve

  5. Eu curto luta entre duas mulheres. Adoro. Mas tem que ter uma condição: humilhação. Uma tem que humilhar e dominar a outra. Me excita mais ainda uma mulher menor dominando uma grandona. Isto sempre me levou à loucura. Agora ser dominado por mulher? Não sei, até poderia ser bom, problema é que mulher não tem este perfil, hahahahah, é o instinto maternal.

  6. EU ACHO O MAXIMO BRINCAR DE LUTA COM UM HOMEM… MEDIR FORÇA.. SER DOMINADA.. SENTIR SUA RESPIRAÇÃO FULMEGANTE.. SEU SUOR… SUA FORÇA… ADORO LUTAR E SER DOMINADA…

  7. Não há nada mais gostoso que uma luta corpo-a-corpo bem equilibrada contra uma mulher. A dinãmica da luta e as posições são deliciosas ; no beijo, então … E se rolar um algo mais ??? PQP, q coisa gostosa.

  8. Tenho tesão por lutas eróticas e dominação entre mulheres,mas não curto lutar com elas.

    Já paguei pra duas garotas lutarem numa sessão privê,mais de uma vez, fiquei excitadíssimo e transei com elas depois, gosto do fetiche.

    É difícil encontrar garotas que topam, se alguma aparecer por aqui pode me escrever pra ganhar uma grana.

  9. Danny,

    Acho que, assim como em todos os fetiches, há variações infinitas e jamais podemos generalizar ou rotular um comportamento para um determinado grupo ou tribo.

    No meu caso, gosto de mulheres lutadoras de judô ou jiu-jitsu, preferencialmente graduadas e com boa experiência no esporte. Não gosto de musculosas ou bombadas, gosto de mulher bonita, com o corpo em forma e com pés lindos. Meu fetiche não é associado a violência, mas sim à exploração do caráter sensual e sexual da luta, podendo ser homem com mulher, mulher com mulher ou 2 mulheres e um homem. No caso, o homem sou eu (rs…). O fato é que ninguém fica dando porrada em ninguém, mas apenas unimos o universo do sexo com o das lutas, criando algo novo e extremamente prazeroso. Durante o sexo as posições se misturam com imobilizações, com jeito e técnica, prendendo e soltando na hora certa, dando e recebendo prazer. Imobilizar ou ser imobilizado com o sexo da parceira no meu rosto é simplesmente indescritível. Inventamos imobilizações e técnicas. É um judô sensual.

    Além disso, aprecio muito os pés femininos. Desta forma, é mais uma oportunidade para adorá-los. Não dá pra definir se é uma luta, uma adoração, sexo ou algo mais… É, na verdade, um mix disto tudo, com o simpels objetivo de dar e receber prazer. Se machucar, não é legal… Pelo menos esta é a minnha variação do fetiche por lutadoras.

    Minha fórmula é: judô feminino, pés femininos, kimono, faixa graduada, tatame, sexo e muita criatividade. 100% prazer.

  10. Olha so sou Mulher e faço Jiu Jitsu, ja fiz boxe ingles e o tailandes tbm j em dia sou atleta de judo…So que fora esses esportes de porrada que faço, eu faço a musculacao e isso nao deixo nunca de fazer, nao paro jamais…sou alta 1,88 de alt e 80 kg com um percentual de 13% entao acho que to bem e da-lhe porrada nos marmanjos que gostam de apanhar rsssssss

  11. B., Gostei do seu artigo e me vi muito nele. Sou fã de lutas femininas desde criança, embora só tenha começado a elaborar a fantasia depois de adulto.

    Gosto de ver todo tipo de luta entre mulheres (esportivas, em filmes, eróticas, porrada, por diversão e tudo mais que esteja disponível no YouTube), assim como todo tipo de luta mista.

    No caso da luta mista, em especial, acho pouco provável que a maior parte dos homens e mulheres que vissem uma não teriam despertado o desejo de, ao menos, experimentar a brincadeira.

    Quando você comenta que "o homem que se propõe a lutar com uma mulher deve fazer por safadeza mesmo", prefiro fazer a leitura de "safadeza" como algo da ordem da brincadeira, do jogo erótico – não sei se foi essa a conotação que você quis dar.

    Certamente que a proposta parte muito mais do homem que da mulher, mas entendo que existem também mulheres capazes de tomar a iniciativa nesse "joguinho". O próprio YouTube está cheio de exemplos de garotas que gostam de brincar de luta com amigas. Não tenho dúvida de que uma menina dessas, ao conversar com o namorado, marido ou o que seja sobre o assunto, pode acabar reeditando a tal "brincadeira" para apimentar uma transa.

    A sensação de transar depois de uma boa luta é fantástica. Na luta, a tensão e o stress são postos para fora. A sensação gostosa de endorfina, pelo esforço físico, deixa a pessoa mais relaxada. Os corpos suados, o atrito das partes íntimas, a coisa dos "adversários" se instigarem, se provocarem… A transa que vem depois é qualquer coisa

  12. Sou lutadora, e faço lutas.

    [ comentário editado por não conformidade com regras do A Vida Secreta. Comentário com perfil de anúncios classificados. ]

    até.

  13. Pingback: Gostosuras de 5.1.2009 a 18.1.2009 | Pinky, the Kinky
  14. Confesso que achei mais engraçado do que qualquer outra coisa. E certeza que eu perderia se fosse tentar algo do gênero..rsrssr

    Mas não sei porquê perdi umas horinhas vendo esses videos. Será um fetiche escondido querendo se manifestar? rssrsr

    Beijo, B.!

  15. Concordo com vc, B. que nem todas as pessoas gostam dessa inversão de papeis, se é que podemos chamar assim. Mas a verdade é que eu já tive varios relacionamentos "baunilha" e hoje, consigo encontrar pessoas que estão dispostas a entrar no salão e dançar uma "salsa muy caliente".

  16. Bom, vou responder com calma.

    :: Bob – Eu não consigo sequer me imaginar batendo ou apanhando de mulher. Nem de brincadeira. Mulher é frágil,pra fazer carinho. Se é pra sapecar alguém que seja homem. Me diverte muito mais! Particularmente, acho aquele tipo de exibição meio machista, mulher se esfregando, se pegando no óleo, lama, pudim, coisa pra homem ver… Não sou feminista, mas acho objeto demais…

    :: SantoCasto – Eu realmente não duvido da ereção intermitente seguida de inúmeras porradas, afinal, se a intenção fosse uma luta, não faria o menor sentido com vc. Já que sem contra ataque vc seria apenas um saco de pancadas. Contigo, mais divertido é o CBT, NT e cia ltda…

    :: Lond, eu tb acho que a Cris se aproxima de um estereótipo e a Gina uma exceção. Tb acho a moça bonita.

    :: Águeda, eu tb gosto dessas lutinhas ridículas com homem, até porque sou forte e sempre venço… risos. No entanto, mulher tem que ser feminina,quanto mais melhor.

    :: Romulo, acredite, nem todas as mulheres curtem estar no comando não… Eu tb acho sexy, exatamente este jogo, meiga e doce no geral e Dominadora na cama, mas… Nem todo mundo é assim.

    :: Carioca, o nome do golpe é scissor, tesoura, eu gosto muito de usar este artifício para asfixia. Acho tesudíssimo ver o outro arroxeando, mas… Tem que ter cumplicidade e cuidado para tanto.

  17. Ih.. acho que eu acabei enrolando quem fosse ler.

    @Santocasto

    Eu sei que é! Eu tenho uma domme/dona.. e a minha vida é boa! Mesmo.

    Tem sempre aquelas pessoas que estranham qnd nos vêem na rua (mais quando vamos a alguma boate), mas para a gente já ficou super normal.

    E é divertido. Muito por sinal.

  18. Eu acredito que muitos homens gostam mais da parte SUB de um relacionamento do que da parte DOM. Da mesma forma que as mulheres preferem muito mais o sentimento de serem DOMME do que SUB.

    Eu, particularmente, acho muito gostoso e sexy aquela mulher que tem predelição pelo lado Domme. Até porque sob uma analise minunciosa, voce que ela mostra-se altamente sedutora, misteriosa e gentil, mas quando entre 4 paredes, ela mostra o seu lado verdadeiro; e pelo menos para mim a maior satisfação sexual é ter uma bela mulher como DOMME. Requer muita entrega e confiança na sua amada.

    Ter uma amazona como Domme deve ser uma experiencia totalmente diferente. Acho que eu ainda não tenho "estrutura" para tal experimentação.

    Por isso, eu deixo isso para aqueles que tem tal fetiche. Os meus (que não são poucos) ainda não chegaram a esse patamar.

  19. Que pesquisa você fez, hein?

    Bom, eu não sou fã de garotas musculosas. Se bem que para dizer a verdade eu nunca nem tive opção de gostar ou não, pois nunca conheci uma dessas super-fortonas.

    E sobre o mundo masculino, eu tenho uns ataques de testosterona de vez em quando e brinco de lutinha com meus amigos héteros. É beeeem ridículo, mas eu entendo porque é tão bacana: relaxa tudo, solta toda a agressividade. Acho que todo mundo tem seus podres, né? =)

    Beijos!

  20. É o que eu digo, o amor (pode ler como sexo, acasalamento…) é uma estratégia sábia da mãe natureza. Uma prisão com grades invisíveis cujo único objetivo é mascarar o objetivo principal de nosso DNA, que é se combinar com outro, possivelmente melhor do que si mesmo, para se perpetuar.

  21. É pura biologia, darvinismo…

    As mulheres "ampulhetas", redondinhas, cintura fina são mais atraentes, porque em tese têm mais progesterona, podem procriar e alimentar os futuros bebês com a reserva de gordura das ancas e seios (lactantes)…

    Já os homens fortes, musculosos e altos são mais atraentes porque têm mais testosterona e em tese os melhores genes para lutar contra as forças do meio e prover sustento a prole…

    No entanto, não vivemos mais na floresta há uns 5mil anos, então esses atributos estão obsoletos.

    O que vale é a excitação…

  22. Nossa.. eu fiquei realmente surpresso com essa materia. Eu li até o fim, por morbida curiosidade, mesmo!!!

    Eu não vou dizer que o meu fetiche (até pq expor esse publicamente não é nada cortez!) é por mulheres musculosas. Acredito que a maioria dos homnes (pelo menos os que eu conheço) apreciam aquelas mulheres com corpos torneados em academias. Eu acho muito bonito de ver um corpo todo talhado assim (apesar de gostar de "ter onde pegar" como falam por aí) mas acho que chegar ao nivel de ter um envolvimento com uma mulher que pode "quebrar nozes entre o antebraço e o braço por ação dos biceps" não é comigo.

    Mas tbm acho que assim como cada um tem sua individualidade e preza por essa, cada um tem aquele fetiche guardado para o momento certo..

    E concordo com a B. no que ela diz que não existe barreiras para o universo do fetiche.

  23. Não curto muito lutas, a não ser as coreografadas de filme..

    Judô eu acho meio chato, muita agarração e tal.

    Quanto as mulheres lutadoras, quando li o título pensei logo em mulheres bombadonas, tipo a Cris Cyborg, e dessas eu passo longe. Mas eu não conhecia a Gina Carano, e ela é bem bonita, mesmo sendo mais fortinha, o que não faz meu estilo.

    E bom, tem gosto pra tudo, né ;D

  24. Bom, ufa… rs* enfim, eh…

    Em primeiro lugar, vc é antenada B., nossa e eu que nem sabia quem era essa tal de Gracianne Belo. Nunca havia ouvido falar na moça.

    Ela faz meu tipo. Sem dúvida! Eu gosto de mulher farta, grande, forte,sarada, musculosa e imponente tipo a Melancia (quem não gosta)…

    No meu caso é p'ra impor um respeito mesmo. Essa coisa de mignon…. Xi, Tõ fora!

    Quando ao fetiche de luta, não seria capaz de lutar com nenhuma mulher, porque não poderia atacar, me defender ou contra atacar. Ficaria imóvel apanhando, sentindo dor, viraria saco de pancada…

    Se eu levo uma bofetada, agradeço, dou a outra face na hora e peço mais… Spanking? Juro dizendo que odeio amar ou amo odiar essas coisas.

    Acho que seria derrotado imediatamente em uma luta mix. Meu lado masoka! Agora entrar em uma arena para uma luta com uma mulher seria um enorme prejuízo para mim, porque eu tenho certeza que ficaria de pau-duro com as imobilizações e ganharia ainda mais PORRADA se ela percebesse.

    Ai o que não faz um bom cinto de castidade masculino!

    Mas sinceramente, acho que mulher foi feita para ser amada, adorada, servida a contento… Não fomos feitos para brigar com mulheres, nem submetê-las fisicamente. A força física masculina é para ser direcionada para o prazer feminino… A força física do homem não é nada se comparado com a força da sensualidade. Mas se a mulher é sarada… Acho lindo. Qual o problema? Desde que seja natural ou não faça mal a saúde (mulher tomando testosterona não póóóóde!).

    Mas como de perto ninguém é perfeito e fetiche é fetiche, então tudo bem… Let them fight!

    Eu fico com os meus fetiches que não são poucos e eles com o clube da luta mix!

  25. Não curto muito lutas, não que nunca assista, mas só assisto as mais lights, e com pouco frequencia, não tenho estomago para ver um vale-tudo. Também não gosto de moças fortonas, prefiro meninas delicadas, não me dá tesão nenhum a idéia da menina me subjugando. Mas gostei do vídeo linkado pela Erotic Woman, me lembra exatamente as brincadeiras de luta na banheira, geleia, etc, só que um pouco mais pornográficas. Já tinha até comentado lá na Erotic Woman que a daminha também gostou, ela tinha até comentado que já havia fantasiado com uma cena similar.

Os comentários estão encerrados.