Camisinha Feminina | O caviar da proteção sexual

Zeca Pagodinho tem uma música divertidíssima onde ele pergunta se “Você sabe o que é caviar?” e a galera responde “Nunca vi, não comi, eu só ouço falar”. Sei que é uma comparação meio louca, mas… A camisinha feminina, diferente da masculina, é mais ou menos como o caviar pra mim, só conheço de nome. Inúmeras vezes tentei comprar, e quase nenhuma farmácia oferece o produto.

A primeira vez que tentei usar estava com um amigo médico, ginecologista, que além das segundas intenções, aproveitaria para me ensinar como usar  o treco. Infelizmente, ficamos na vontade e tivemos que optar pela boa e velha camisinha masculina, já que não havia nas farmácias que procuramos.

Ok, isso tem tempo, sei lá, uns quatro anos, mas dia desses eu e o Adminsitrador Secreto pesquisávamos – só a gente para buscar produtos de 1ª necessidade sexual e dizer que é pra pesquisa – sobre preservativos na farmácia, eis que o Admin pede e o que recebe em troca é uma desculpa do balconista.

Recentemente a cantora Lily Allen reclamou da falta de privacidade devido à fama – “Eu não posso fazer coisas simples, como ir numa loja comprar camisinhas” – e eu lembrei de uma leitora do interior que perguntou como ela poderia comprar camisinhas pela internet. Ou seja, muitos tem reservas sim em comprar preservativos, seja pela fama ou seja para resguardar a sua privacidade mesmo. Já pensou ter que procurar de farmácia em farmácia sem encontrar?

Eu sou mesmo descarada e não sofro com este tipo de pesquisa, sou capaz até de perguntar da qualidade e comparar preço, mas… Quem é assim?!

Camisinha Feminina, uma ilustre desconhecida

Em uma rápida busca pela net, é possível encontrar trocentas páginas explicando como usar, deixando como informação que é fácil de encontrar para venda, mas a realidade não é bem assim. Mesmo na net foi quase impossível encontrar, com exceção do Site G, uma sex shop que oferece o produto ao preço de R$18 a caixinha com duas unidades.

Em conversa recente com o mesmo amigo ginecologista citado acima, o grande problema é que a camisinha feminina não pegou. Seja pela estética ou pelo preço alto, apesar de todas as indicações, as mulheres não aderiram à novidade. Cheguei a perguntar a ele, que já havia experimentado, qual o ponto de vista masculino da camisinha feminina e a resposta foi terrível:

“Imagine um cara enfiando o pau, se masturbando, com uma sacolinha plástica nas mãos. Imaginou?! É mais ou menos este o som…”

Ok, meu amigo é direto demais,  disse que o ponto positivo da camisinha feminina é ser realmente eficaz na prevenção de DSTs e AIDS, mas… Infelizmente, pouca gente encara a AIDS como uma doença mortal, hoje em dia. E pra completar, ele não negou a feiura e desconforto da peça. Infelizmente, não encontrei em nenhum dos meus contatos uma mulher que tivesse feito o sexual-test-drive.

Isso agora vai virar uma questão de honra, quero experimentar este treco, a tal da camisinha feminina. Parece que é disponível grátis em CMS, Centros Municipais de Saúde, vamos ver. Segundo meu amigo é mais fácil achar lá que em farmácia. Usando, eu comento, podexá!

__________________________

E você, já usou preservativo feminino? Qual foi a sensação? Tanto homem quanto mulher, dê a sua opinião.

22 opiniões sobre “Camisinha Feminina | O caviar da proteção sexual”

  1. Preciso saber porque as camisinhas são tamaho único, que historia é essa, tenho um amor que a camisinha não cabe! Ai, precisamos solicitar camisinhas de vários tamanhos.

    Alguém já passou por essa dificuldade? Pois estou passando

  2. Tenho essa curiosidade a algum tempo ja procurei algumas vezes e nao encontrei,vou ficar acompanhando se a amiga q citou acima consegui e ver sua avaliaçao, caso eu consiga deixarei minha avaliaçao sobre a mesma abraço

  3. Estou com medo de ter pego Aids. cedi a um ex namorado e transei sem camisinha. Nunca testei a feminina. Gostaria de ter mais autonomia na hora de me proteger e gostaria de ter acesso a camisinha feminina. Como encontrar?

  4. E ai ? Qdo não conseguimos que o homem use .. sempre enrola e nunca dá certo …

    O que fazer para transar ?

    becitos…

    adorei ter achado vcs.. vou acompanhar.

  5. Olha… minha experiência com ela foi meio… traumática… hehehe.

    Não foi tão simples de colocar, e acabou que ficamos na dúvida se ficou certinho… resultado: pílula do dia seguinte, por precaução…

    Tenho 3 ainda, em casa, e nos recusamos a usar… acabamos usando sempre a tradicional.

  6. A CAMISINHA FEMININA É COMO CARRO VELHO: PRÁ FUNCIONAR A GENTE TEM QUE DAR UMA EMPURRADINHA ANTES…

  7. Bom, minha experiência com a camisinha foi boa, mas continua sendo uma ilustre desconhecida, de certa forma:

    Foi confortável de usar, mas a minha parceira se recusou a deixar eu ver a dita, alegando que é tão feia e esquisita, que seria broxada na certa.

    De qualquer forma, é válido comentar que eu procurei em mais de 15 farmácias diferentes, e nenhuma tinha.

  8. Eu já provei caviar e não gostei…

    A camisinha feminina também não…

    Prefiro a masculina.

    Acho que a masculina encaixa melhor, é mais discreta no vai e vem e é muito mais tesuda de se colocar no cara do que colocar a feminina na gente.

  9. A daminha ganhou uma na firma dela, tentamos experimentar mas não rolou, primeiro que o troço é hyper complicado de por, ela demorou uns bons minutos tentando descobrir como fazer a delicada operação, depois o troço a ficou incomodando demais. Não indico mesmo, não vou entrar no mérito de novo se a camisinha modifica as sensações numa transa, mas nos 90% dos casos onde se DEVE usar uma, sem duvida fique com a masculina.

  10. Não tem como não interromper a conversa….Não se perde o tesão necessariamente….Tirando o coffee-break, não vejo diferenca nenhuma pra pior.

    []s

    O Carioca

  11. Po…eu não sei o que as pessoas se perturbam tanto com camisinha. Sinceramente, o único incomodo da camisinha é interromper a conversa justo no momento que ela vai ficando animada. Depois disso nem lembro que ela tá la.

    []s

    O Carioca

  12. Nunca tive/mantive relações sexuais com nenhuma mulher que usasse/usou uma camisinha feminina. E para falar a verdade, considero o caso como a Cidade de Ouro (Eldorado).

    E por isso não tenho muito o que opinar sobre a questão.

  13. Como tive a graça de ser filho de enfermeira, logo que saíram dessas eu pude botar as mãos numa dessas. (Uns tempos depois, eu botei outra coisa (6))

    Mas como eram daquelas que o governo distribui, devia ser horríveis de usar (camisinha por si só já é uma bosta, imagina essas que o governo dá então? Meu pau tem alergia a essas porras). A que eu usei foi uma comprada, numa farmácia em SP, mas foi a única vez também.

    Se a masculina já é desconfortável, a feminina o é em dobro. Como seu amigo disse, é como se masturbar usando um saco plástico.

  14. Pô…essa merecia um filminho…estilo teste do infolab.

    Sinceramente, não entendo o conceito da camisinha feminina. É um troço caro, relativamente complicado de colocar, desconfortável e esteticamente esquisito.

    Não é mais prático a mulher ter camisinhas masculinas na bolsa, que custam menos, são mais práticas de levar (embora não recomendado, camisinha masculina cabe no bolso) e ainda tem aromas, cores, sabores e efeitos especiais mais interessantes? Até musical tem!

    []s

    O Carioca

    PS: Taí uma coisa que vale mais o esforço. Camisinha musical…O que diabos toca uma camisinha musical? Wando?

Os comentários estão encerrados.