A Cunhada – Audioconto Erótico

“Pois é, devo ser mesmo um safado, ontem à noite comi minha cunhada. O pior, ou melhor, nem sei, é que não consigo disfarçar nem pra eu mesmo, que esta foi uma das melhores trepadas da minha vida. Seja pelo tesão do proibido, o ato de transgredir ou sei lá o que, só sei que comi minha cunhada e ainda agora o pau fica duro como pedra só em lembrar.”

Trecho do conto A Cunhada, por B. , para o A Vida Secreta

Assim começa o conto A cunhada, originalmente postado em julho de 2008 e hit de visitação até os dias atuais.

Imagem: Vienna 1904, por Hatty Van Zack

Neste conto, no melhor estilo Nelson Rodrigues,  um homem casado há vinte anos, com dois filhos e  uma vida pra lá de normal, por uma daquelas surpresas que a gente pensa que só acontece com o outro, vê suas fantasias sexuais se tornarem realidade. A cunhada gostosa, irmã mais nova da esposa, aproveita uma viagem da família para matar seus desejos quase incestuosos por ele.

A Cunhada é um texto de minha autoria, B., mas que neste audioconto tem a narração de um querido amigo e leitor do A Vida Secreta, ao som de Charlie Byrd ao fundo (Little girls at play) . O chamarei de S. para preservar sua identidade. S que pode significar uma infinidade de palavras inclusive sexy e safado, tal qual a ênfase que ele dá em sua narrativa.

Indico aos rapazes, para que se imaginem como o próprio cunhado quase estuprado pela cunhadinha. Indico às mocinhas para que viagem na voz deliciosamente safada do S.

O resultado é orgasmo certo, tesão à flor da pele. Espero que gostem.

Download do Audioconto Erótico A Cunhada

5 opiniões sobre “A Cunhada – Audioconto Erótico”

  1. Oi

    A narração de contos dá mais "vivacidade" as cenas. Fica melhor pra imaginá-las, do que apenas lendo. Esse conto foi phoda !

    Abraços !

  2. É provável que o S. não se pronuncie por aqui, mas… Certamente lerá os comentários.

    Que tesão doido ficou o conto narrado em sua voz. Juro, eu quis ser a própria cunhada pervertida que seduz o ingênuo (?) cunhadão.

    Aproveito para agradecer publicamente a narração, e também o orgasmo de ontem à noite… kkkkkkkkkkk.

    Tá no meu iPod, impossível ouvir e não me masturbar… rs. Só posso ouvir à sós, senão… Aí fode, né?!

    Beijos agradecidos.

Os comentários estão encerrados.